Bacharelado em Humanidades – BHU

IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 

Denominação do Curso: Bacharelado em Humanidades (BHU) – BI/LI
Duração do Curso: Mínima: 3 anos / Máxima: 4 anos
Regime Letivo: Semestral
Modalidade: Presencial
Turnos de Oferta: Noturno
Oferta Anual de Vagas: 320 vagas anuais
Carga Horária: 2.400 horas
Título Acadêmico: Bacharel em Humanidades


Perfil do Egresso

Espera-se, que os bacharéis e bacharelas formados no curso de Humanidades, manifestem as seguintes habilidades e competências:

● Consciência de seu papel como agente social, cidadão e profissional capaz de compreender e interpretar a realidade em que se insere, ao mesmo tempo em que domine as formas de produção e reconstrução do saber a respeito desse contexto sócio-cultural no qual está imerso;

● Compreensão de que as diversas visões de mundo correspondem não só a práticas sócio-culturais diversas, mas também a processos diversos de produção de saberes e práticas;

● Identificação de diferentes posições teóricas e metodológicas presentes nos conteúdos programáticos e na bibliografia do Curso de sua formação e que orientarão a elaboração de sua compreensão da cultura e da sociedade; Assim como, dos espaços africanos lusófonos e do Brasil no contexto das nações, compreendendo as injunções e os interesses que permeiam essas relações.

● Atuação em ambientes multiculturais e internacionais respondendo de forma profissional e acadêmica, criativamente as problemáticas sociais existentes.

● Capacidade de dominar parcialmente o processo de produção e divulgação do conhecimento das Ciências Humanas em diversas perspectivas e possibilidades;

● Conhecimento acerca dos principais fundamentos teórico-metodológicos que orientam as análises históricas, antropológicas, sociológicas, filosóficas, artísticas, políticas e pedagógicas;

● Capacidade de refletir sobre o conhecimento produzido, utilizando-se de metodologias e técnicas adequadas ao exercício das pesquisas humanísticas;

● Capacidade de atuar na defesa da melhoria da pesquisa social e da preservação dos elementos decisivos à formação da cultura e do espírito humano, assim como na conservação dos patrimônios históricos e artísticos nacionais e internacionais;

● Capacidade de pesquisar e intervir na realidade social e de instituições de pesquisa, museus, instituições de preservação do patrimônio histórico, artístico e cultural, assim como arquivos públicos e privados.

● Conhecer os métodos e as técnicas de pesquisa que permitam a transformação do conhecimento científico em matéria de pesquisa para arquivos, museus e instituições, da rede pública e privada, voltadas para a preservação do patrimônio histórico, artístico e cultural;

● Ter capacidade de exercer o trabalho de bacharel em Humanidades, em todas as suas dimensões, o que inclui o conhecimento de princípios básicos do conhecimento humanístico e de práticas essenciais na produção e difusão desse conhecimento;

● Ter capacidade de integrar ou promover ações de intervenção comunitária desde instituições públicas, privadas e/ou não governamentais.

● Ter capacidade de compreender a diferença e respeitar a alteridade, assim como ter uma postura ética frente a preconceitos por motivos de raça, gênero, cultura, nacionalidade ou de qualquer outro tipo.

● Compreender o caráter interdisciplinar do conhecimento sobre a sociedade e a cultura.

● Dominar as concepções teórico-metodológicas basilares que fundamentam as Ciências Humanas e Artes;

● Reconhecer e problematizar as múltiplas experiências dos sujeitos sociais;

● Conhecer e compreender as relações de espaço-tempo no que diz respeito aos problemas das Humanidades;

● Desenvolver pesquisas, propiciando a produção e a difusão de conhecimento no âmbito da academia e em outras instituições de ensino, pesquisa e órgãos de preservação de acervos e do patrimônio histórico, artístico e cultural em sentido amplo;

● Habilidades para integrar equipes de trabalho multidisciplinares, multiculturais e internacionais;

● Habilidades para desenvolver soluções criativas para problemas sociais na sua área de inserção em contextos de alta conflitividade e historicamente marginalizados.


Ambientes de Atuação

Os egressos do BHU podem atuar em atividades profissionais de instituições públicas e particulares do Brasil e do Exterior. Enquadram-se neste campo instituições de pesquisa, museus, centros culturais e institutos de preservação do patrimônio histórico, artístico e cultural, bem como em toda e qualquer empresa ou entidade onde o serviço de um pesquisador(a) social e/ou gestor de acervos culturais se faça necessário e onde classificações disciplinares convencionais estejam superadas. Além desses espaços, bacharéis em Humanidades estão aptos (as) a desempenharem atividades profissionais de assessoria, consultoria, processos formativos, planejamento e gestão envolvendo entidades, movimentos e redes sociais que trabalham com monitoramento de direitos e de políticas públicas, mobilização social e articulação institucional. Incluem-se ainda conselhos de direitos, associações, entre outras instituições e instâncias que articulem representações da sociedade civil e da sociedade política, bem como na criação e condução de sistemas, planos, programas e projetos de órgãos públicos diversos.

A existência de redes institucionais e públicas de pesquisa e gestão cultural ou patrimonial ou nos demais quadros de ação social, caracterizam um mercado para o Bacharel (a) em Humanidades no que toca o sistema das ciências humanas nos países membros das Comunidades dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), origem do expressivo número de discentes no curso. O crescimento de políticas públicas direcionadas à difusão do conhecimento humanístico e de diálogo junto a redes e movimentos sociais ampara essa percepção na forma das instituições acima descritas. Ligado a esse universo estão empresas públicas e programas voltados à arte, à cultura e às políticas sociais de modo mais amplo, desenvolvidos segundo práticas apreciadas e incentivadas pela comunidade internacional. Nestes, existem demandas para formados (as) em áreas inter, multi e transdisciplinares, capacitados à pesquisa e a compreensão do fenômeno humano em seus diversos aspectos.
No caso das empresas privadas e de inúmeras formas de organizações não governamentais, as áreas de atuação associam-se também a projetos direcionados ao campo da cultura, da arte e do estímulo aos conteúdos humanísticos por parte de iniciativas de responsabilidade social de grupos particulares; assim como outros tipos de conexões entre o espaço público e a mobilização e articulação de setores da sociedade civil. A crescente atuação de empresas, organizações e movimentos sociais dos países de Língua Portuguesa na construção de novas realizações sob o tema das Humanidades tem o potencial de atrair os formandos (as) no curso. Deposita-se expectativa na formação de profissionais preparados para atuar junto a arquivos públicos e privados, museus e instituições de ensino, pesquisa e de preservação do patrimônio histórico.


DOCUMENTOS IMPORTANTES  

Projeto Pedagógico Curricular (PPC) – Versão 2016

Resoluções e Portarias internas sobre BHU

Portaria IH Nº 06/2018 – Altera a Portaria Nº 40, de 27 de abril de 2017, que dispõe sobre o Núcleo Docente Estruturante do Curso de Bacharelado em Humanidades Redenção-CE

Portaria IH Nº 04/2018 – Dispõe sobre a composição da Comissão para acompanhamento dos estudantes matriculados na disciplina de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do Curso de Bacharelado em Humanidades da UNILAB

RESOLUÇÃO N° 41/2018/CONSUNI – Reedita, com alterações, a Resolução Nº 05/2017/CONSUNI, de 06 de fevereiro de 2017, que aprovou ad referendum o Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado em Humanidades, regime semestral, da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab)

RESOLUÇÃO N° 05/2017/CONSUNI – Altera parcialmente, Ad Referendum, a Resolução Nº 34/2016/CONSUNI, de 02 de setembro de 2016, que aprovou Ad Referendum o Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado em Humanidades, regime semestral, da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) (Revogada pela RESOLUÇÃO N° 41/2018/CONSUNI)

RESOLUÇÃO N° 37/2016 – Aprova Ad Referendum o Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Humanidades, Bacharelado, regime semestral, da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) (Revogada pela RESOLUÇÃO N° 47/2018/CONSUNI)

RESOLUÇÃO N° 34/2016 – Aprova Ad Referendum o Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado em Humanidades, regime semestral, da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) (Alterada pela Resolução n° 05/2017) (Revogada pela RESOLUÇÃO N° 41/2018/CONSUNI)

RESOLUÇÃO Nº 05/2016 – Dispõe sobre a criação do curso, aprovação do Projeto Político-Pedagógico e do Regimento Interno do Programa de Pós-graduação strictu sensu do Mestrado Acadêmico em Antropologia (PPGA UFC/Unilab) vinculado ao Instituto de Humanidades e Letras da Unilab

Resolução do Consup Nº 21/2011 – Criação do Curso Bacharelado Interdisciplinar em Ciências Humanas

Parecer de reconhecimento – Portaria MEC/SERES nº 305, 16/04/2015, publicada no D.O.U. de 20/04/2015


Coordenação do Curso de Bacharelado em Humanidades

Carolina Maria Costa Bernardo – Coordenadora

Jon Anderson Machado Cavalcante – Vice-Coordenador

Melícia da Silva Sá – Secretária

E-mail da coordenação

coordbhu@unilab.edu.br

Telefone

(85) 3332-6185

Endereço do Curso
Campus dos Palmares
Bloco I, Rodovia CE 060, Km 51
Acarape/CE – CEP: 62.785-000