Engenharia de Energias

Perfil dos Egressos

O curso de Engenharia de Energias deve formar um profissional com sólida base em matemática, física, química e engenharia. Este profissional deve estar apto, técnica e conceitualmente, para trabalhar como agente da promoção de ações efetivas no campo das energias, sem abdicar jamais do conceito do desenvolvimento sustentável, considerando as especificidades de cada país ou região.

O perfil buscado baseia-se na concepção de um profissional em processo de formação contínua, com capacidade de refletir e analisar sua ação, numa perspectiva crítica e compromissada com o desenvolvimento sustentável.

Oportunidades (Estágios, congressos, bolsas)

O Estágio Supervisionado, bem como o Trabalho de Conclusão de Curso, deve complementar formação do egresso, sendo esta dirigida para a utilização do conjunto dos conhecimentos para proporcionar as condições de desenvolvimento no campo da engenharia.

 O estágio, neste sentido, consiste na observação, participação e desenvolvimento de atividades práticas relacionadas com a formação de Engenharia de Energias, supervisionadas simultaneamente por professor orientador e por profissional habilitado. As atividades devem ser realizadas em empresas, órgãos públicos, agências de desenvolvimentos, indústrias, institutos de pesquisa ou outros ambientes relativos às questões energéticas.

Resolução de Criação do Curso de Graduação em Engenharia de Energias

Portaria de Reconhecimento do Curso Engenharia de Energias

Recursos Disponíveis

Critérios de Avaliação

Projeto Político-Pedagógico Trimestral

Projeto Político-Pedagógico Semestral

Estrutura Curricular Trimestral

Estrutura Curricular Semestral

Grade Curricular Trimestral

Grade Curricular Semestral

Corpo Docente

Corpo Docente e Disciplinas Ministradas

Expediente do Coordenador

Dirigentes