IV FESTIVAL DAS CULTURAS DA UNILAB

O Festival das Culturas da UNILAB já se constitui como importante espaço internacional de encontro da diversidade de expressões culturais que compõem a nossa universidade. É, desta forma, um evento que se propõe como um espaço de aprendizado e intercâmbio dessas múltiplas formas de manifestações culturais dos sete países lusófonos que compõem a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB): Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. A UNILAB é uma instituição de ensino superior situada nos estados brasileiros do Ceará e da Bahia.  Para o ano de 2019, o tema escolhido para o IV Festival das Culturas foi  “África Sertaneja: ancestralidade africana e cultura nordestina”

 

Durante os dias 22, 23 e 24 de maio de 2019, as cidades destas duas regiões vão experimentar, com vivacidade, conteúdos acadêmico-culturais de cinco países africanos e um país asiático em suas trocas com o Brasil e o Nordeste. A singularidade deste evento no cenário nacional e no mundo da Cooperação Sul-Sul é o maior elemento incentivador para sua criação e apresentação. O Festival das Culturas é fruto de uma intensa e proveitosa convivência entre diferentes realidades sociais abrigadas na UNILAB. Contar essa história é dividir com essas cidades e estados o prazer e a alegria de reunir sete mundos de culturas em uma única festa. O IV Festival das Culturas – “África Sertaneja: ancestralidade africana e indígena na cultura nordestina” é fruto de uma intensa e proveitosa convivência entre diferentes realidades sociais abrigadas no território do Maciço do Baturité e do Recôncavo Baiano, no território de atuação da UNILAB.

 

A UNILAB tem como missão institucional específica formar recursos humanos para contribuir com a integração, bem como promover o desenvolvimento regional e o intercâmbio cultural, científico e educacional entre o Brasil e os demais países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), especialmente os países africanos. Vocacionada, portanto, para a cooperação internacional e compromissada com a interculturalidade, a cidadania e a democracia nas sociedades, a Unilab fundamenta suas ações no intercâmbio acadêmico e solidário com Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Seus cursos e ações têm foco preferencial em áreas estratégicas de interesse do Brasil e dos demais países parceiros, reunindo estudantes e professores brasileiros e estrangeiros e contribuindo para que o conhecimento produzido no contexto da integração acadêmica seja capaz de se transformar em políticas públicas de superação das desigualdades. Por isso, a Unilab representa um avanço na política brasileira de cooperação e de internacionalização do Ensino Superior, refletindo o engajamento do Brasil com a proposta da comunidade internacional.

Participe do edital para propostas de atividades visando compor a programação cultural do IV Festival das Culturas da Unilab, e demais atividades da Coordenação de Arte e Cultura (CAC) nos Campi da Unilab no Ceará, assim como na Unidade Acadêmica dos Palmares e o Campus dos Malês, em São Francisco do Conde, na Bahia, período 2019/2020.

Lista de inscritos na chamada pública


V SEMANA DA ÁFRICA

A Semana da África na UNILAB aflora da comemoração do dia 25 de maio, celebrada como “Dia da Libertação Africana”, a data que também é marco histórico da criação da Organização da Unidade Africana (OUA), em 1963 em Addis Abeba, na Etiópia, hoje conhecida como União Africana (UA).