Guiné-Bissau

GUINE-BISSAU

A Guiné-Bissau, oficialmente República da Guiné-Bissau, é um país da costa ocidental de África. Faz fronteira a norte com o Senegal e a sul e oeste com o oceano Atlântico. Além do território continental, integra ainda cerca de oitenta ilhas que constituem o Arquipélago dos Bijagós, separado do continente pelos canais do rio Geba, de Pedro Álvares, de Bolama e de Canhabaque. Sua capital é a cidade de Bissau, sua moeda é Franco e a língua oficial é o português.

Foi uma colônia de Portugal desde o século XV, teve sua independência declarada em 24 de setembro de 1973 e reconhecida pelo colonizador em 10 de setembro de 1974. Assim, Guiné-Bissau foi a primeira colônia portuguesa no continente africano a ter a independência reconhecida por Portugal.

Guiné-Bissau possui um património cultural, rico e diversificado. As diferenças étnicas e linguísticas produziram grande variedade na dança, na expressão artística, na tradição musical e nas manifestações culturais. A dança é, contudo, uma verdadeira expressão artística dos diversos grupos étnicos. Os povos animistas caracterizam-se pelas belas coreografias e fantásticas manifestações culturais que podem ser observadas em diversas ocasiões como colheitas, casamentos, funerais e cerimônias de iniciação. E o estilo musical mais importante é o gumbé.

A Guiné-Bissau depende fortemente da agricultura e da pesca, sendo cerca de 62% do PIB. O país exporta peixe e mariscos juntamente com amendoim, semente de palma e produtos das atividades extrativas florestais e ocupa o sexto lugar na produção mundial de castanhas e caju. O arroz é uma comida típica e o cereal mais produzido. O turismo é, também, uma aposta crescente do país.

Portal do Governo

Embaixada do Brasil em Guiné-Bissau