Alunos do Timor-Leste que vão estudar na Unilab chegam ao Ceará

Clima de festa na madrugada desta sexta-feira (23) no Aeroporto Pinto Martins, em Fortaleza. Alunos, servidores e professores da Unilab levaram uma faixa de boas-vindas, além de flores e chocolates, para recepcionar os primeiros alunos do Timor-Leste que chegam para estudar na Unilab.

O voo chegou no horário previsto, 0h15, e com ele, desembarcaram na capital cearense 46 estudantes, dois dirigentes e um funcionário da Universidade Nacional do Timor-Leste (UNTL). A maioria tem entre 18 e 23 anos de idade. Jovens que trazem na bagagem o sonho de ter uma formação profissional e de aprender a língua portuguesa.

Maria Engracia (estudante), Janio Tilman (funcionário da UNTL) e Aurora Teresa (estudante)

Maria en Gracia Rodrigues e Aurora Teresa, ambas de 21 anos, disseram que estão contentes com essa oportunidade. E prometem estudar muito para serem boas alunas.

Jacqueline Freire (pró-reitora de Graduação da Unilab) ao lado de estudantes timorenses

Para a pró-reitora de Graduação da Unilab, Jacqueline Freire, “esse é um momento muito especial, porque a universidade realiza concretamente a sua missão. Trata-se da primeira cooperação bilateral formalizada entre a Unilab e uma nação, que proporciona a vinda de alunos de um país irmão para estudar no Campus da Liberdade, em Redenção”.

Santina Cardoso e o ex-aluno Mário da Costa

Durante a recepção dos alunos no aeroporto, uma grata surpresa para a estudante timorense Santina Cardoso, que chegou à Unilab em 2011. Ela reencontrou um ex-aluno do Timor. Santina foi professora do Ensino Médio de Mário da Costa na escola Sagrado Coração de Jesus, em Díli, em 2008. Ela ficou emocionada com o encontro e disse que agora vai estudar com seus alunos. Mário afirmou que também ficou muito feliz. “Quando eu tiver algum problema, já sei com quem posso contar”, revela.

Wandelcy Pinto ao lado de estudantes timorenses

A noite também foi especial para a cearense Wandelcy Pinto, assessora técnica da Secretaria da Educação do Estado. Ela fez questão de participar da recepção dos estudantes timorenses. De 2005 a 2008, Wandelcy participou de um programação de formação de professores, realizado pela Capes, no Timor-Leste. “Pra mim é uma emoção grande, pela importância dessa cooperação para o povo timorense. O Brasil está colaborando para a formação desses jovens e para a consolidação da língua portuguesa no Timor”, disse Wandelcy.

Após os cumprimentos, os estudantes foram encaminhados ao ônibus da Unilab, que os levou ao alojamento em Fortaleza. Até o início efetivo das aulas, o grupo vai ficar hospedado no Centro de Formação Frei Humberto, do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST).

Saturnino Goudinho vai estudar Administração Pública na Unilab

Dentro do ônibus, o jovem Saturnino Goudinho, de 21 anos, fez questão de expressar a felicidade de estar aqui. “Nós sabemos que o Brasil é um país muito avançado. Foi isso que me motivou a estudar tão longe de casa. Eu escolhi o Curso de Administração Pública porque no Timor, essa área é muito essencial e tem poucos profissionais qualificados”, informou o estudante.

Na madrugada deste sábado (24) chega o segundo grupo do Timor-Leste, composto por 20 estudantes, 01 dirigente e 01 funcionário da UNTL, totalizando assim 69 estudantes. Eles passam o fim de semana em Fortaleza e segunda-feira (26) participam de uma solenidade de acolhida no Campus da Liberdade, em Redenção, às 10h. O evento vai contar com a participação do Embaixador do Timor-Leste no Brasil, Domingos Sousa.

Programação:

24/03 (00:15): Chegada de 22 timorenses (20 estudantes e 1 dirigente e 1 funcionário administrativo da UNTL) ao Aeroporto Internacional de Fortaleza.

24/03 e 25/03: Programação Cultural em Fortaleza

26/03 (9h): Reunião da Comitiva Reitoral da UNTL com o Reitor (Paulo Speller) e           Reitorado da Unilab.

(10h): Solenidade de Acolhida dos timorenses na Unilab (Nessa programação, o Embaixador do Timor-Leste no Brasil fará uma saudação aos timorenses).

(14h): Regresso da Comitiva Reitoral da UNTL para o Timor-Leste.

Conheça mais o Timor-Leste

O Timor-Leste está situado no sudeste asiático. É a menor e a mais oriental das ilhas do arquipélago malaio, localizada a cerca de 550 km ao norte da Austrália. A região foi colonizada por Portugal até 1975. Neste mesmo ano, foi ocupada pelo país vizinho, a Indonésia, durante os 24 anos seguintes. A independência do país só foi conquistada em 2002, após longos períodos de conflitos e negociações, tornando um dos países mais jovens do mundo.

É o único país independente do continente que utiliza a língua portuguesa como oficial. Dessa forma, Timor-Leste e Brasil traçam relações não apenas comerciais e econômicas, mas também históricas e culturais. Assim como o Brasil, Timor-Leste também faz parte da CPLP, uma organização que busca a integração dos territórios lusófonos.

Comentários encerrados.