Reitor assina ordem de serviço para construção do Campus das Auroras

Reitor assina ordem de serviço do Campus das Auroras

O reitor Paulo Speller fez um discurso emocionado para anunciar o início das obras do Campus das Auroras, que vai sediar as instalações definitivas da Unilab. Na manhã desta sexta-feira (25), foi assinada a ordem de serviço da construção. “Eu queria registrar a importância desse ato e dizer da grande emoção que eu sinto nesse momento. E nós vamos todos estar junto para inaugura esse campus”, disse o reitor.

Galba Carneiro (Dir. Construtora Borges Carneiro) e reitor Paulo Speller

Segundo o diretor da Construtora Borges Carneiro, que venceu a licitação da obra, os serviços já começam imediatamente. “Nós temos um prazo de dez dias para iniciar os trabalhos mas na próxima semana já vamos fazer o desmatamento da área”, reforçou o diretor da construtora Galba Carneiro. Após a limpeza do terreno e da construção do acesso, a construção vai dotar a área de energia e abastecimento d´água para, em seguida, instalar o canteiro e iniciar efetivamente a obra. “De todas as obras que fizemos até agora esta é a mais marcante. Não só pelo volume, mas também pela importância”, destacou Galba.

Campus das Auroras

Maquete eletrônica do Campus das Auroras

O Campus das Auroras vai abrigar as instalações definitivas da Unilab. A estrutura vai ser construída num terreno de 132 hectares entrem Redenção e Acarape. A implantação será dividida em duas etapas. A primeira compreende a construção das vias de acesso, infraestrutura geral (redes de água, esgoto e eletricidade), blocos didáticos, residências universitárias e para professores visitantes, restaurante universitário e biblioteca. Na segunda etapa, o projeto prevê a construção de outras unidades didáticas e de residências, outro restaurante universitário, laboratórios, bloco administrativo, reitoria e teatro. O Campus das Auroras terá capacidade para receber 5.000 estudantes e 1.000 funcionários, entre professores e servidores técnico-administrativos.

O primeiro prédio a ser construído durante a etapa inicial da obra será o da unidade acadêmica. A edificação terá 16.000m² e vai comportar 40 salas de aula (sala para 42 alunos/sala para 80 alunos), 33 laboratórios, 120 gabinetes de professor, 10 salas de coordenação de cursos e duas secretarias. O prédio terá três pavimentos com capacidade para 2.500 alunos.

 Campus dos Palmares

O reitor Paulo Speller também assinou a ordem de serviço para obras de reforma e adequação do Campus dos Palmares, em Acarape. O trabalho compreende os reparos de um galpão doado pela Prefeitura, onde vão ser instaladas salas de aula e biblioteca. “Eu espero que os nossos estudantes, que têm sempre uma participação muito ativa,  acompanhem de perto a execução dessa obra”, finalizou o reitor.

Maquete eletrônica galpão do Campus Palmares

De acordo com o dono da construtora Cimel, responsável pelo serviço, já foi iniciado o planejamento de execução da obra com a contratação de pessoal. David Bandeira de Melo disse que vai trabalhar em várias frentes para entregar a estrutura pronta em três meses, como reza o contrato.

 

Comentários encerrados.