Moradores de São Francisco do Conde conhecem prédio da Unilab

Os moradores da cidade baiana de São Francisco do Conde conheceram nesta quarta-feira (27) o prédio onde vai funcionar o primeiro campus da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) fora do Ceará. Uma multidão acompanhou o evento realizado na quadra de esporte do campus. A cerimônia contou com as presenças do reitor Paulo Speller; da pró-reitora de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão, Stela Meneghel; do professor do Curso de Engenharia de Energias e membro da Coordenação de Educação a Distância, John Hebert; da prefeita de São Francisco do Conde, Rilza Valentim, e do secretário da Cultura da Bahia, Albino Rubim.

Fachada da Unilab em São Francisco do Conde

Segundo o reitor Paulo Speller, a entrega do prédio cedido pela Prefeitura de São Francisco do Conde será, em breve, um passo importante para o início efetivo das atividades da Unilab na Bahia. “Estamos cumprindo nossa missão, que é a de implantar esta universidade federal aqui. Queremos com este embrião iniciar nossas atividades, ainda este ano, com cursos de extensão, depois graduação e cursos regulares”, diz.

No cronograma de implantação, em 2012, serão oferecidos cursos de Especialização em “História e Cultura da África”; “Gestão Governamental” e “Gestão Social para o Desenvolvimento Territorial”. Até novembro, a Universidade Federal da Bahia (UFBA) também promoverá cursos de extensão. A partir de 2013, a meta é oferecer os primeiros cursos de Graduação. Para tanto, o esforço atual está concentrado no levantamento das demandas da região para direcionar as áreas de estudo, de acordo com as necessidades da sociedade em geral.

A prefeita de São Francisco do Conde, Rilza Valentim, destacou que o início das atividades da Unilab irá inaugurar um novo tempo para toda a região, com mais desenvolvimento local e conquistas sociais. “São Francisco do Conde passa agora a ter dois livros: um antes da universidade e outro depois do campus da Unilab”, destacou.

O secretário de Cultura do Estado da Bahia, Albino Rubim, parabenizou a iniciativa e falou das perspectivas do governo com relação à universidade. “Vocês estão de parabéns pela sensibilidade que tiveram. Acreditamos que a universidade terá um papel fundamental não só na ciência e tecnologia, mas também na cultura. Estamos trabalhando na implantação de um Polo de Cultura Digital no município, o que nos deixa muito felizes, pois abre horizontes para a cidade, inclusive possibilita a vinda de outros empreendimentos”, destacou.

A efetivação do projeto do Campus da Unilab em São Francisco do Conde inclui convênios de cooperação técnica com as universidades federais da Bahia (UFBA) e do Recôncavo Baiano (UFRB). A UFBA e a UFRB vão apoiar a Unilab na implantação do projeto pedagógico, construção de matriz curricular e todo o processo institucional que a universidade precisa pra iniciar as atividades.

O prédio

O prédio fica localizado no bairro Baixa Fria

O prédio onde vai funcionar o campus da Unilab na Bahia está localizado no bairro Baixa Fria, em São Francisco do Conde. A unidade tem dois pavimentos contendo 12 salas de aula; laboratórios de informática, línguas, música, ciências e artes; auditório para 135 lugares; rampa de acessibilidade ao pavimento superior; enfermaria; refeitório; oficina de pães; cantina; biblioteca com sala de acervo; banheiros, inclusive para deficientes; quadra poliesportiva com cobertura; salas de administração, diretoria, psicologia, secretaria, coordenação, professores, entre outras.

Conheça a cidade

Vista aérea da cidade de São Francisco do Conde

São Francisco do Conde, terceira cidade do Recôncavo Baiano, tem 31. 699 habitantes, segundo o IBGE. É considerado o município de maior população negra declarada no censo (maior que 90%). A cidade pertenceu ao termo de Salvador até 1697, quando foi emancipado. É o município brasileiro com maior produto interno bruto per capita. A arrecadação municipal de impostos ligados à produção e refino de petróleo pela refinaria RLAM, da Petrobras, é de cerca de R$ 200 milhões/ano, de acordo com o IBGE.

(Com informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de São Francisco do Conde)

Comentários encerrados.