Alunos viajam para Portugal para iniciar intercâmbio acadêmico

Os sete estudantes do Curso de Licenciatura em Ciências da Natureza e Matemática da Unilab selecionados no Programa de Licenciaturas Internacionais (PLI) viajaram no início da noite desta quarta-feira (19) para Portugal onde começarão, no dia 24 de setembro, as aulas do intercâmbio acadêmico na Universidade de Coimbra. Antes da viagem, no início da tarde, o grupo participou de um momento de despedida organizado pela Pró-Reitora de Graduação da Unilab, através da Coordenação de Assuntos Estudantis (CAE/Prograd), professores, pais, colegas e amigos. O auditório do Campus da Liberdade foi lugar para muitos sorrisos, choro de saudade antecipada e, principalmente, para desejos de boa sorte.

Alunos que vão estudar em Coimbra e professores

Lucas Costa da Silva, Thaís de Sousa Oliveira, Sara Sousa, Fransmar Santos, Assis Anderson Ribeiro da Silva, Francisco Ari de Oliveira e Antônio Rafael Moreira Camelo são os primeiros alunos da Unilab aprovados pelo PLI. Eles vão ter a oportunidade de fazer parte da graduação da Universidade de Coimbra. Lá, eles poderão passar até dois anos cursando a etapa intermediária de formação no campo da Biologia e Física. A Unilab é uma das 49 instituições brasileiras participantes do PLI, que é realizado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), com o apoio do Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras (GCUB). 

José Veríssimo, pró-reitor da Prograd em exercício, e Fernando Afonso, reitor em exercício

Na despedida ao grupo organizada no Campus da Liberdade, o reitor em exercício da Unilab, Fernando Afonso, destacou que os sete alunos do PLI devem aproveitar ao máximo a oportunidade de estudar numa das universidades mais tradicionais da Europa. “A Universidade de Coimbra tem história, tradição e produção de conhecimento. Esse é o sentido da Unilab: a integração entre esses dois mundos, entre essas duas culturas. Aprendam na Europa, mas também ensinem a nossa cultura, que é muito rica, lá”, ressaltou.

A despedida dos alunos reuniu pais, amigos, professores e ex-professores

A pró-reitora de Graduação da Unilab, Jacqueline Freire, que já está em Portugal e irá recepcionar os alunos, enviou uma carta em que destacou o apoio institucional que a Unilab deu ao grupo durante todo o processo de preparação para a “graduação sanduíche” e continuará prestando na permanência em Coimbra. “Vamos viver intensamente esse momento com a certeza de que os meninos e as meninas serão permanentemente apoiados e acompanhados por nós”, afirmou.

Jacqueline também enfatizou que a ida dos estudantes, todos egressos de escolas públicas do Maciço do Baturité, é uma vitória para a Região. “É uma despedida para uma estação onde eles poderão ser felizes, realizarão sonhos e contribuirão com a escola pública do Maciço. Hoje é um dia de vitória da escola pública”, diz. O pró-reitor da Prograd em exercício, José Veríssimo, reforçou a responsabilidade dos alunos na melhoria da qualidade do ensino do Maciço do Baturité. “O que esses alunos vão trazer na bagagem na volta é conhecimento para o Maciço e para o Brasil para melhorar a educação, o que é muito importante porque a educação é um vetor de desenvolvimento”.

Assis Anderson e as professoras Maria Helena e Rosângela Milhome

A aprovação de alunos egressos de escolas públicas da Região do Maciço do Baturité no programa de intercâmbio acadêmico em Portugal já é motivo de comemoração para seus antigos professores. A atual diretora do Centro Educacional Cenecista Perboyre e Silva, de Redenção, Rosângela Maria Alves Milhome, e a ex-diretora da instituição, Maria Helena Russo, comparecem à despedida do ex-aluno Assis Anderson Ribeiro da Silva. Maria Helena, que fez questão de frisar que dedicou 70 anos à sala de aula sem tirar qualquer licença, se disse orgulhosa do ex-aluno. “Desejamos que ele faça coisas maravilhosas em Portugal e que ele volte para o seu município para dar aula. Isso prova que o que nós ensinamos a ele foi importante para esse momento”, diz.

A diretora Rosângela Milhome destaca que a experiência em Portugal será muito importante para Anderson do ponto de vista pessoal e profissional. “Espero que ele retorne e contribua para o crescimento de Redenção”, disse. Consciente da responsabilidade depositada pelas ex-professoras e por familiares, Anderson acredita que terá um bom desempenho na Universidade de Coimbra. “Estou ciente de que eu e os demais estamos levando o nome da Unilab para fora do País. Eu vou ter muito foco para obter excelentes resultados e corresponder às expectativas”, prometeu. 

Francisco Ari  foi acompanhado pelos pais, pelas duas irmãs, dois tios e uma amiga da família

Quem também transbordava de emoção durante a despedida dos alunos da Unilab eram obviamente seus pais. Antônia da Costa Grandim e Francisco Ari de Oliveira, pais de Francisco Ari de Oliveira Filho, estavam muito ansiosos com a partida do único filho homem que pela primeira vez vai morar longe da casa em Barreira. “Ele sempre foi um rapaz ajuizado e cuidadoso com as coisas dele. Acho que ele vai ficar bem e ainda mais que ele terá a ajuda dos amigos. Nós vamos dar apoio a ele de longe porque é o sonho dele se formar e eu não posso atrapalhar”, disse a mãe, com os olhos marejados.

O pai, que também é professor, disse que conversou com o filho sobre a necessidade de reforçar os estudos em Coimbra. “Ele sabe que vai estar lá não é pra turismo. É para estudar. Ele vai ter a oportunidade que pouca gente tem”, afirmou. Ari Filho afirma que vai intensificar o ritmo dos estudos em Portugal para acompanhar as aulas. “Vou correr atrás porque eu sei que a gente está preparado”, afirmou.

Antonio Rafael e a namorada Aline

Antônio Rafael Moreira Camelo conta com o apoio da namorada, Aline da Silva Andrade, para o novo projeto. “Fico triste em ficar longe dele, mas sei que é por uma boa causa. Essa experiência vai ser muito boa pra ele profissionalmente. Ele só tem a ganhar”, diz Aline.  Rafael diz que vai conseguir contornar a saudade para se dedicar aos estudos em Física. “Quero me preparar, me formar e aplicar o que eu aprendi no meu município, Guaramiranga”, destaca.

Professor Michel Lopes e os alunos do PLI

Antes que seguissem para Coimbra, os sete alunos passaram por um processo de preparação na Unilab. Foram dois meses tendo aulas de física e matemática. O professor Michel Lopes foi o tutor da área de Física. “Acho que eles vão responder bem ao programa da Universidade de Coimbra. Eles precisam apenas amadurecer o aprendizado”, avalia. Para ele, os alunos devem se dedicar e aproveitar a nova experiência acadêmica. “Eles estão realizando um sonho que eu tinha que era fazer pelo menos o Doutorado fora do Brasil e eles vão fazer logo a graduação. É uma experiência enriquecedora”, destaca.

Alunos do PLI e equipe da Prograd

Alunos e monitores

 

Alunos se despediram dos colegas da Unilab

Comentários encerrados.