Secretária do MEC visita Unilab e tem encontro com secretários de Educação do Maciço

Macaé Evaristo com secretários de Educação do Maciço (3)

A titular da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) do Ministério da Educação, Macaé Evaristo, visitou nesta sexta-feia (24) a Unilab. Ela veio participar da 2ª Reunião Técnica da Comissão Técnica Nacional de Diversidade para Assuntos Relacionados à Educação dos Afro-Brasileiros (Cadara), nesta sexta (24) e sábado (25) em Redenção, Ceará. Entre as pautas previstas para o encontro, estão a agenda nacional em comemoração aos 10 anos da Lei Nº 10.639 (que dispõe sobre a obrigatoriedade do ensino de história e cultura afro-brasileira nos estabelecimentos de ensino fundamental e médio); a implementação das Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Escolar Quilombola; a agenda do Programa Brasil – África, que trata de uma cooperação com os países africanos de língua portuguesa.

Macaé Evaristo, secretária da Secadi

Macaé Evaristo, secretária da Secadi

A secretária Macaé Evaristo e a reitora da Unilab, Nilma Gomes, também participaram nesta sexta de  uma reunião com os secretários de Educação dos municípios do Maciço de Baturité para conhecer melhor a região e estabelecer um diálogo entre a Educação Superior e a Educação Básica, no intuito de contribuir para a melhoria da qualidade do ensino fundamental nas cidades localizadas no entorno da Unilab. “Queremos construir uma agenda de trabalho e elaborar um desenho de território de cooperação em que a educação superior colabore para o desenvolvimento da educação básica na região”, disse Macaé.

Macaé Evaristo disse que está muito satisfeita em conhecer a Unilab. “Desde a inauguração da universidade, a própria Cadara já havia manifestado o desejo de uma aproximação com a Unilab. Agora, com a realização da reunião técnica do Projeto ECOSS (que também tem parceria com o MEC), nós fizemos essa agenda conjunta e estamos aqui para conhecer a realidade da instituição e colaborar no que for preciso”, finalizou.

Comentários encerrados.