“Lições sobre o ser negro na escola” são discutidas em palestra, nesta quinta-feira (25)

Acontece nesta quinta-feira (25) palestra com o tema “Lições sobre o ser negro na escola: reflexões, contação de história e experiência”. O evento será no anfiteatro do Campus da Liberdade, às 13h, para comunidade universitária e externa. As inscrições serão realizadas por ordem de chegada e os participantes receberão certificado.

A palestra será ministrada pela profª. Rebeca de Alcântara Meijer. A partir de sua trajetória profissional e das experiências de vida, a ex-professora do ensino fundamental pretende tecer algumas considerações sobre a necessidade de conteúdos escolares capazes de promover uma educação que valoriza as relações etnico-raciais na educação básica e na formação de quadros profissionais nas universidades.

O evento está sendo realizado pelo Núcleo de Estudos Africanos e Afro-Brasileiros (NEAAB), com o apoio da Pró-Reitoria de Políticas Afirmativas e Estudantis (Propae).

Profª. Rebeca de Alcântara Meijer

Currículo de Rebeca de Alcântara Meijer:
Possui graduação em Pedagogia (2003), mestrado em Educação (2007) e Doutorado em Educação (2012) pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Foi professora de ensino fundamental pelo Governo do Ceará e pela Prefeitura de Fortaleza, professora substituta na UFC, professora efetiva na Universidade Federal do Piauí (UFPI) e atualmente é professora efetiva na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB). Tem experiência de ensino na área de Educação, com ênfase em Educação das relações étnico-raciais, Lei 10.639/2003, teoria de currículo e sociedade e didática geral. Realizou projetos de Extensão na UFPI onde promoveu e analisou a formação docente para o trato com as questões raciais, e é coordenadora do curso de pedagogia da Unilab. Na pesquisa, trabalha com pesquisa-ação, pesquisa-narrativa e sociopoética e principalmente com os seguintes temas: Lei 10.639/2013, formação docente, didática geral, racismo, diversidade e currículo.

Comentários encerrados.