Reitorado da Unilab participa da abertura do Curso de Formação Básica no Magistério Superior

Reitorado Unilab

 

Na manhã desta segunda-feira (02) aconteceu, no anfiteatro do Campus da Liberdade, em Redenção/CE, com videoconferência para o Campus dos Malês, em São Francisco do Conde/BA, a cerimônia de abertura do Curso de Formação Básica no Magistério Superior da Unilab, realizado pela Pró-Reitoria de Graduação da Unilab, em parceria com o Programa de Apoio a Laboratórios Interdisciplinares de Formação de Educadores (Life/Capes/Unilab), coordenado pela professora Ana Cristina Cunha. 

Os trabalhos tiveram início com a composição da mesa, que contou com a presença do reitorado da Unilab, composta pelo Vice-reitor pro tempore da Unilab, no exercício da Reitoria, professor Aristeu Rosendo; a Pró-Reitora de Graduação, Andrea Linard; a Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, Albanise Barbosa; o Pró-Reitor de Políticas Afirmativas e Estudantis, Alexandre Cunha; o Pró-Reitor de Relações Institucionais, Cassio Florêncio; o Pró-Reitor de Planejamento, Plínio Nogueira; o Pró-Reitor de Administração, Thiago de Albuquerque Gomes e a Coordenadora de Extensão e Ações Comunitárias, no exercício da Pró-Reitora de Extensão, Arte e Cultura, Rafaella Moreira.

Para o Vice-reitor pro tempore da Unilab, no exercício da reitoria, Aristeu Rosendo, o Curso tem uma importância estratégica para o desenvolvimento do ensino, pesquisa e extensão da Unilab porque irá permitir aprofundar pontos fundamentais como: a questão pedagógica; a compreensão do funcionamento do Ensino superior e a oportunidade de interação entre os professores novatos e aqueles que estão a mais tempo na universidade.

Citando sua experiência na área de Física, na qual se viu obrigado, muitas vezes, a traduzir para o senso comum conhecimentos científicos complexos, Aristeu Rosendo ressaltou a importância da questão pedagógica na transmissão dos saberes. “Seja na área da Física ou Humanidades nós [professores] temos o desafio de construir formas motivadoras, e até apaixonantes, de como repassar o conhecimento. E o Curso de Formação Básica no Magistério Superior, certamente, vai nos fazer refletir sobre isso.”, afirmou Aristeu Rosendo.

Além de dar as boas-vindas aos professores presentes, todos os pró-reitores fizeram uma breve explanação sobre as ações e projetos desenvolvidos por suas respectivas pró-reitorias.

Para Rafaella Moreira, no exercício da Pró-Reitora de Extensão, Arte e Cultura, esse Curso mostra o crescimento da Unilab. “Antes quando a gente realizava um evento voltado para a docência, os professores cambiam na primeira fila desse anfiteatro. Hoje, vemos o auditório cheio, o que é uma comprovação do crescimento da nossa universidade.”, destacou Rafaella.

A expansão da Unilab foi também exaltada pela a Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, Albanise Barbosa. “Fiz parte da comissão de formação da universidade. No início éramos 10, depois 15, 20 professores e a gente se conhecia pelo nome. Hoje, somos 160 professores, aproximadamente. Vejo novos professores nesse anfiteatro e já não conhecemos todos pelos nomes, como antes. Então, esse Curso acaba sendo também uma oportunidade de maior integração e interação entre os docentes.”, ressaltou Albanise.

A Unilab no cenário das universidades públicas brasileiras

Depois da cerimônia de abertura, o coordenador de Assuntos Internacionais da Universidade Federal do Ceará (UFC), Tito Cruz Romão, ministrou palestra sobre “A internacionalização do Ensino Superior”. No período da tarde, terão as seguintes palestras: “Conhecendo o ambiente virtual de aprendizagem”, com o prof. John Félix; “Expansão e Interiorização do Ensino Superior”, com a prof. Albanise Marinho; e “Diretrizes gerais da Unilab” com a profa. Maria Aparecida da Silva e o prof. Rodrigo Aleixo.

Voltado, em especial, aos docentes da Unilab em estágio probatório, o Curso de Formação Básica no Magistério Superior visa, entre outros pontos: refletir o lugar da Unilab no cenário das universidades públicas brasileiras e os desafios e possibilidades da internacionalização e da interiorização do ensino superior no Brasil; possibilitar ao professor ingressante o estudo de princípios metodológicos da didática no processo de ensino-aprendizagem na docência universitária e refletir sobre a prática pedagógica no ensino superior, tendo como parâmetros a estruturação didática do processo de ensino e seus elementos constitutivos.

life

Comentários encerrados.