Projeto Café com Letras discute o desenvolvimento da língua inglesa em ambientes lusófonos

O projeto de Extensão Café com Letras: saberes docentes e práticas acadêmicasrealiza, na quinta-feira (26), às 16h, no Auditório do Campus da Liberdade, em Redenção/Ce, a palestra “Estudos sobre aquisição e desenvolvimento de língua inglesa em ambientes lusófonos”, com a profa. da Unilab, Ana Cristina Cunha (Unilab).

A palestra irá refletir sobre os resultados de uma pesquisa que teve como objetivo principal investigar e mapear o processo de aquisição de língua inglesa dos discentes da Unilab, mais especificamente a aquisição de elementos prosódicos e segmentais (vogais e consoantes).

“Primeiramente, houve a catalogação de amostras de fala/discurso em língua inglesa dos alunos para a análise dos possíveis problemas linguísticos e as maiores dificuldades de pronúncia na língua alvo. Em seguida, procedeu-se à utilização de uma rede neural artificial – os mapas auto-organizáveis de Kohonen – para a interpretação de processos de transferência de conhecimento linguístico, permitindo que se percebam mais facilmente inter-relações existentes em conjuntos complexos de dados. A rede neural artificial foi alimentada com dados de fala, cujos sinais de fala dos informantes foram numericamente codificados e processados na rede para a formação de mapeamentos que pudessem fornecer visualizações as mais diversas possíveis dos grupos e suas semelhanças e diferenças.”, explica a professora e palestrante Cristina Cunha.

Ainda segundo a profa., o ambiente multicultural da Unilab revelou-se propício para o desenvolvimento dessa pesquisa.“O contexto multicultural de ensino de língua inglesa desenvolvido na Unilab, que conta com vários alunos de diferentes nacionalidades, mas que embora tenham a língua portuguesa como um ponto em comum, é um ambiente propício para desenvolver esse processo de alimentação de dados na rede neural. A partir da análise dos mapeamentos produzidos por essa rede neural se ofereceu um treinamento para sanar dificuldades de pronúncia na fala desses alunos. Em uma outra etapa metodológica, coletou-se novamente novos dados de fala dos mesmos alunos, quando se pôde perceber uma melhoria visível da produção de sentenças no que se refere aos elementos prosódicos (acento) e alguns elementos segmentais (consoantes e vogais)”, conclui Cristina Cunha.

Sobre a palestrante:

Palestrante e Profa. da Unilab: Ana Cristina Cunha da Silva

Palestrante e Profa. da Unilab: Ana Cristina Cunha da Silva

 

Doutora (2010) e Mestre (2005) em Linguística pelo Programa de Pós-graduação em Linguística da Universidade Federal do Ceará. Graduada em Letras – Português-Inglês e respectivas literaturas pela Universidade Federal do Ceará (2001). Possui CELTA (Certificado de Ensino de Língua Inglesa para Adultos) pela Universidade de Cambridge. Professora Adjunta do setor Língua Inglesa da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab). Já atuou como professora adjunta em regime de dedicação exclusiva e coordenadora de curso (Letras-Inglês) na Universidade Estadual do Piauí, professora substituta da Casa de Cultura Britânica da Universidade Federal do Ceará (UFC), professora visitante na Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), professora de cursos de Especialização (MBA-Unice e INTA) e professora do Ensino Superior em faculdades particulares (Unice, Fametro e IDJ), além de ter exercido por dois anos e meio a função de tutora da EAD no curso de Letras-Português na UFC Virtual.

Sobre o projeto:

O Projeto de Extensão Café com Letras: saberes docentes e práticas acadêmicas, em sua terceira edição (2014-2015), está sendo organizado pela Profa. Dra. Cláudia Ramos Carioca. A proposta é congregar professores e estudantes em palestras sobre diversos temas que derivam ou que estejam diretamente relacionados com as áreas de linguística e literatura.

Comentários encerrados.