Exposição “Narrativas Sensíveis – Os olhares sobre as diversidades culturais” reúne imagens do Ação Movimenta

Foto: Alex Hermes

Foto: Alex Hermes

Na próxima sexta (24), às 18h30, acontece a abertura da Exposição “Narrativas Sensíveis – Os olhares sobre as diversidades culturais” no Campus da Liberdade, em Redenção/CE.

A mostra que seguirá por todos os campi da Unilab é resultado das atividades do Movimenta, uma iniciativa da Pró-Reitoria de Extensão, Arte e Cultura (Proex). No evento de abertura será exibido também o 2º documentário, produzido por Arnaldo Formiga e Duarte Dias, que registrou as edições do projeto.

A ação Movimenta aprofunda, nesta 3º edição, a linguagem das artes visuais. As fotografias trazem os diversos olhares do momento de contato com a arte capturados por estudantes da universidade e por fotógrafos profissionais durante os três momentos promovidos pelo Movimenta. A concepção geral é de Vanéssia Gomes, articuladora de Arte e Cultura, que também compõe a curadoria, acompanhada de Aterlane Martins e Alex Hermes.

Foto: Alex Hermes

Foto: Alex Hermes

A exposição segue até o dia 24 de agosto e reúne cerca de 150 imagens das atividades artísticas do projeto desenvolvidas na Unilab e com a comunidade externa do Campus da Liberdade, em Redenção/Ceará, e Malês, em São Francisco do Conde, na Bahia. Dentro da exposição “Narrativas Sensíveis”, haverá também a exposição Cotidianos Sensíveis, composta por as imagens de 8 estudantes envolvidos desde a oficina de fotografia até a montagem da exposição fotográfica em si. Eles realizaram um ensaio na feira popular e no mercado público de Redenção.

Ação Educativa

Foto: Flávio Filho

Foto: Flávio Filho

Nos dias 5, 7, 26 e 28 de maio será realizada em conjunto com a exposição, uma ação educativa que integrará estudantes de escolas públicas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid), fotógrafos e as escolas do entorno do Campus da Liberdade. Serão dias de visita guiada, quando os estudantes falarão sobre suas experiências com a fotografia.

Atividade nos espaços públicos

Agregada à exposição, haverá uma atividade de colagem de fotografias em espaços públicos de Redenção, chamada lambe-lambe. O local escolhido é o mercado público e a feira popular onde foi realizado o ensaio fotográfico da Exposição Cotidianos Sensíveis. As fotos estarão no formato de papel para ser realizada a ação do lambe-lambe. Assim, a cidade ganhará uma exposição ao ar livre.

Conheça o Movimenta

Foto: Bruno Soares

Foto: Bruno Soares

Em mais de um ano de atividades artístico-culturais – desde janeiro de 2014 -, o Ação Movimenta foi criado com a intenção de estimular a integração dos estudantes de diversas nacionalidades por meio da articulação de várias linguagens artísticas, expondo seus olhares sobre o mundo e as diversidades culturais. Para isso, contou com o apoio dos alunos, professores e artistas locais para que essa rede fosse possível.

“O Movimenta instaura na universidade um espaço de fruição da arte. Quando propõe oficinas, apresentações artísticas e espaços de criação, constrói uma troca de saberes e fazeres inerentes à prática artística. Temos construído a possibilidade também da criação de coletivos. No primeiro Movimenta surgiu o grupo de Rap da Unilab, intitulado A.SE.FRONT, composto por estudantes de diversos cursos de graduação e com nacionalidades diversas. Com esta 3ª edição do Movimenta temos a constituição inicial de um coletivo de jovens fotógrafos”, destaca Vanéssia.

Ao longo desse tempo, o Movimenta ofereceu uma programação contemplando as várias linguagens artísticas (dança, artes visuais, teatro, música, literatura, graffite, etc) atendendo as demandas dos estudantes na Bahia e no Ceará. Foram realizadas cerca de 27 oficinas de formação artística, 2 residências artísticas, 30 apresentações artísticas, 2 exposições de artes visuais, mostras de teatro, cinema e capoeira, 2 festivais de arte e cultura, a criação de um documentário, que buscaram despertar a produção artística de cerca de 700 estudantes que estiveram nas programações.

A proposta da Proex é estabelecer a cada intervalo entre os trimestres, assim como no Trimestre da Integração Acadêmico e Cultural (TIAC), atividades que explorem as mais diversas linguagens, integrando assim o corpo acadêmico e técnico da Unilab em conjunto com a comunidade externa em atividades de arte e cultura.

Confira a itinerância da exposição:

Campus da Liberdade : 24 de abril a 29 de maio
Campus dos Malês: 12 a 30 de junho
Unidade Acadêmica dos Palmares: 13 a 27 de julho
Campus das Auroras: 10 a 24 de agosto

Comentários encerrados.