Unilab recebe pré evento da Reunião Equatorial de Antropologia – Pré Rea/Abanne 2015

Nesta terça e quarta-feira (16 e 17), a partir das 10h, a Unilab em parceria com a Universidade Federal do Ceará – UFC realiza o evento “Pré Rea/Abanne 2015”.

Trata-se de um pré evento da Reunião Equatorial de Antropologia Rea/Abanne, que ocorrerá no mês de julho em Maceió/AL e contará com uma grande participação de alunos de graduação da Unilab inscritos nas apresentações de trabalhos científicos.

A programação consiste na apresentação de trabalhos de estudantes da graduação, mestrado e doutorado da Unilab e da UFC nas temáticas:  Identidades e organização social; Cidades; Movimentos sociais; Sexualidades e gêneros; Turismo e mercado e Ciência, Estado e outras formas de Intervenção social.

O Pré Rea/Abanne 2015 será uma oportunidade dos alunos apresentarem seus trabalhos aos professores e discentes de antropologia da UNILAB e UFC, assim como momento importante para o diálogo entre a antropologia das duas universidades.

Confira a programação:

Dia 16 de junho, Campus da Liberdade – UNILAB

Mesa 1: 10h – 12h

I. IDENTIDADES E ORGANIZAÇÃO SOCIAL

Mediador: Vera Rodrigues

Espaço e vida: reconstruindo a história de hansenianos em Antônio Diogo

Luanisia Braulino da Silva (Graduação – UNILAB)

Um olhar antropológico sobre o processo de construção identitária dos estudantes do continente africano em Redenção, CE

Cristiane Freire Gomes (Graduação – UNILAB)

Você é Católico? Sim, eu sou Shalom. Uma análise acerca da organização dos

carismáticos na Comunidade Católica Shalom

Erick Oliveira (Graduação – UNILAB)

“Não portamos armas, bebemos cachaça”: discursos sobre violência na Torcida Cangaceiros Alvinegros.

Artur Alves de Vasconcelos (Mestrado – UFC)

Mesa 2: 13h30 – 15h30

II. CIDADES

Mediadores: Jacqueline Pólvora

Antropologia na cidade: uma etnografia das “trocas” e sociabilidades entre os feirantes e frequentadores da feira de Redenção-CE.

Antonio Elves Barreto da Silva (Graduação – UNILAB)

As faces da sociabilidade feminina nos espaços de Redenção – CE 

Ythalo Viana Lima (Graduação – UNILAB)

Viaduto do Cocó em Fortaleza – CE: relações de poder entre carros e bicicletas.

Luiza Manoela Souza da Silva (Graduação – UFC)

Idiomas periféricos na arte: investidas estéticas e conceituais no fazer

antropológico

Silvia Marques (Doutorado – UFC)

Mesa 3: 15h30 – 17h

III. MOVIMENTOS SOCIAIS

Mediadores: Antonio George Paulino e Luis Tomás Domingos

“Aqui tudo é uma família só”: sobre o processo de territorialização dos Tremembé na Terra Indígena de Queimadas.

Ronaldo de Queiroz Lima (Mestrado – UFC)

Liderança de mulheres na periferia de fortaleza e os caminhos reflexivos sobre narrativas e memórias, como interface da antropologia 

Fabiana Nascimento (Graduação – UFC):

Identidade, resistência e subjetividade: as mulheres capoeiristas do Maciço de

Baturité no Ceará

Eliza Albuquerque (Graduação – UNILAB)

Dia 17 de junho, Campus das Auroras – UNILAB

Mesa 4: 10h – 12h

IV. SEXUALIDADES E GÊNEROS

Mediadores: Violeta Holanda

Sapato, Sapatinho, Sapatão: práticas e experiências de subversão da norma de

Gênero.

F. Valônia Souza Lemos (Kaio Lemos) (Graduação – UNILAB

Corpos Queer em assunção: uma análise da revelação homossexuais e seus efeitos através da trama “global” de “Babilônia” 

Pedro Vicente Neto (Mestrando – UFC)

Saúde sexual e reprodutiva e relações de gênero entre adolescentes e jovens de

Guiné­bissau e Brasil (Ceará/Maciço de Baturité)

Teodora Tchutcho Tavares (Graduação – UNILAB)

O corpo masculino na festa de “Dona Pomba Gira”.

Jean Souza dos Anjos (Graduação – UFC)

Mesa 5: 13h30 – 15h30

 V. TURISMO E MERCADO

Mediadores: Lea Rodrigues e Carlos Subuhana

Turismo e desigualdade: reflexões sobre a dimensão sócio-espacial em Jericoacoara

Rebeca Gomes Freire (Graduação – UFC)

 Vaqueiros do Mar de Bitupitá. A Pesca de Curral e a lógica do desenvolvimento no litoral do Ceará.

Antonia Gabriela Pereira Araújo (Mestrado – UFC)

As rotas silenciosas do mercado ilegal: o ethos de ser traficante na comunidade do “pé do morro”.

Erick S. de Sousa (Graduação – UNILAB)

Vidas Volantes:Turismo, migração e reconfigurações espaciais, sociais e culturais

na localidade de Caiçara de Baixo

Rafael Cavalcanti de Lima

Mesa 6: 15h30 – 17h

VI. CIÊNCIA, ESTADO E OUTRAS FORMAS DE INTERVENÇÃO SOCIAL

Mediadores: Susana Abrantes e Romain Bragard

“Nem Estado, nem igreja, nem partido, nem marido. Eu decido!”: uma análise da

atuação da ONG Católicas pelo Direito de Decidir pela legalização do aborto. 

Jonas Santos Cruz (Mestrado UFC)

Etnografia em contextos coloniais: uma análise sobre o local das teses de mestrado

de Manuel Martins Julio Costa para administração colonial de Angola 

Gerson dos Santos Alves (Graduação – UNILAB)

Homens de letras, homens de Ciência: discurso raciológico em Canaã, de Graça Aranha

Ryanne Freire Monteiro Bahia (Doutorado UFC)

Comentários encerrados.