Reitor da Unilab recebe secretário-geral da Organização dos Estados Ibero-americanos, Paulo Speller

(esq. para dir.) Secretário-geral da OEI, Paulo Speller, e reitor da Unilab, Tomaz Aroldo Santos

(esq. para dir.) Secretário-geral da OEI, Paulo Speller, e reitor da Unilab, Tomaz Aroldo Santos

O reitor da Unilab, professor Tomaz Aroldo Santos, recebeu na última segunda-feira (13) a visita de cortesia do secretário-geral da Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), professor Paulo Speller. À frente da OEI desde janeiro deste ano, Speller presidiu a comissão de implantação da Unilab e foi o primeiro reitor pro tempore da universidade, no período de 2010 a 2013.

No encontro, o reitor apresentou de forma breve o contexto atual da universidade, fazendo referência à oferta de cursos, estrutura e parcerias realizadas. Paulo Speller relembrou os trabalhos e desafios da comissão de implantação, iniciados em 2008, e falou sobre a atuação da OEI. Ele fez questão de destacar o programa “Iberofonia”, fruto de convênio assinado entre a organização e a Secretaria Executiva da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). O principal objetivo do acordo é ampliar as relações nos países lusófonos na África e Ásia especialmente nas áreas do ensino superior e da ciência, tecnologia e inovação. O secretário manifestou ainda abertura da OEI à possibilidade de parceria com a Unilab.

Almoço de recepção ao secretário-geral da OEI

Almoço de recepção ao secretário-geral da OEI

O encontro finalizou com um almoço, incluindo membros do reitorado, gestores e equipe da Reitoria.


Sobre a OEI
A Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura é um organismo internacional de caráter governamental para a cooperação entre os países ibero-americanos no campo da educação, da ciência, da tecnologia e da cultura no contexto do desenvolvimento integral, da democracia e da integração regional. Os Estados-Membros de pleno direito e observadores são todos os países ibero-americanos que conformam a comunidade de nações integrada por Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Chile, República Dominicana, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, Guiné Equatorial, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, Uruguai e Venezuela.

Comentários encerrados.