Noite de emoção e alegria na segunda colação de grau da Unilab

Dia 31 de julho de 2015 será um dos dias mais especiais na vida dos 23 formandos do curso de Bacharelado em Humanidades (BHU), segunda turma a colar grau na Unilab.

Nos 5 anos de atuação recém completados, a Unilab realizou a sua segunda formatura, reunindo professores, técnico-administrativos, estudantes e seus amigos e familiares em uma noite marcada pela emoção e muitas homenagens.

O evento foi iniciado com a composição da mesa de honra, que contou com a presença do reitor, professor Tomaz Aroldo da Mota Santos; do diretor do Instituto de Humanidades e Letras (IHL) e patrono da turma, professor Maurílio Machado Lima Júnior; da professora paraninfa (madrinha) Jeanette Filomeno Pouchain Ramos; e da professora homenageada Vera Regina Rodrigues.

A turma, intitulada “Milton Santos: A força da alienação vem dessa fragilidade dos indivíduos que apenas conseguem identificar o que os separa e não os que os une”, concluiu o primeiro ciclo de formação na área das Ciências Humanas.

“Esse processo de formatura está sendo muito significativo na minha vida. Esse curso era exatamente o que eu queria. A gente até brinca que tem duas formaturas, porque inicialmente fazemos essa parte mais global e depois partimos para outro ciclo. Nós nos organizamos para esse momento especial e está todo mundo muito feliz. Esperamos que a nossa próxima formatura seja ainda mais bonita do que a de hoje”, comemora Antonio Elves Barreto, que pretende seguir carreira acadêmica e já escolheu a Sociologia para a sua terminalidade.

Única aluna estrangeira da turma, para Benvinda Domingos, de Guiné Bissau, a noite era muito especial “Vivia no meu país, soube dessa oportunidade, passei e escolhi esse curso porque poderei fazer Sociologia em seguida. Hoje vou colar grau longe da minha família, mas quem busca um futuro melhor passa por essas coisas. Quero continuar a estudar até onde eu possa. Tudo o que eu aprendi aqui na Unilab foi muito importante porque muita coisa eu desconhecia antes de vir para cá, principalmente sobre África”, destaca a estudante.

Entre os homenageados da cerimônia, em especial estava a coordenadora do curso de Antropologia, professora Vera Regina Rodrigues. “Eu penso que uma das coisas que mais impacta a nossa trajetória enquanto professor é esse retorno da convivência, do conteúdo trabalhado em sala de aula, do reconhecimento desse trabalho. Eu acredito que para todos nós, professores, quando acreditamos nesse projeto da Unilab, em que você vê a felicidade dos alunos e o orgulho dos familiares, gente simples que não frequentou a universidade, tem um duplo significado: de conquista e de cidadania”, afirma a docente.

Após o momento do juramento, o reitor da Unilab, Tomaz Aroldo Santos conferiu o grau de bacharel para a turma e iniciou-se a entrega simbólica dos certificados.

Finalizando a noite, houve o pronunciamento da oradora da turma, e dos demais presentes na mesa de honra. O reitor concluiu a solenidade saudando os novos bacharéis. “Já tive o privilégio de conferir o grau em outras oportunidades, mas tenho a impressão de que vivemos um momento muito especial por vocês serem pioneiros neste momento de instalação da Unilab. Esta universidade ganha um papel especial pela existência de vocês e ela ainda tem muito por fazer. A formatura é uma espécie de prestação de contas com a sociedade, pois ela acaba por mostrar aquilo que a sociedade espera que ela faça, não só no Brasil mas em todos os países que temos como parceiros”, ressaltou.

Veja mais fotos:

 

 

Comentários encerrados.