Próxima edição do “Café com Letras” aborda o tema “Crítica Genética e Tradução: estudos de processos de criação tradutórios”

 

CAFE-COM-LETRAS-destaque

Na próxima segunda-feira (10), a partir das 16h, acontece mais uma edição do projeto Café com Letras no Auditório do bloco administrativo do Campus da Liberdade, em Redenção/CE. Dessa vez o tema da palestra será “Crítica Genética e Tradução: estudos de processos de criação tradutórios”, conduzido pela professora Cláudia Regina Rodrigues Calado da Unilab.

A palestra abordará a Crítica Genética, um campo de conhecimento que estuda os processos de criação em geral. Nesse sentido, ela pode ser utilizada como ferramenta e aporte teórico para o desenvolvimento de estudos diversos que se preocupem com os caminhos percorridos pelo autor até o produto considerado “final”. As traduções são momentos de criação em que os tradutores têm que achar soluções para diversas problemáticas, linguísticas ou não, que sempre surgem durante a execução de sua atividade. As traduções intersemióticas são aquelas em que um texto verbal é transposto para outros meio semióticos não-verbais (cinema, artes plásticas etc.). Desa  forma é proposto no projeto de pesquisa, estudos dos processos de criação de traduções intersemióticas de textos verbais pós-coloniais africanos.

 

O Projeto de Extensão Café com Letras: saberes docentes e práticas acadêmicas, em sua quarta edição (2015-2016), está sendo organizado pela professora Otávia Marques de Farias. A intenção é reunir professores e estudantes em palestras sobre diversos temas que derivam ou que estejam diretamente relacionados com as áreas de linguística e literatura.

Sobre a palestrante:

Possui Graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Ceará (1995), Mestrado em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual do Ceará (2007) e Doutorado em Letras pela Universidade Federal da Bahia (2012).

Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Linguística Aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: Semiótica, Tradução, Crítica Genética e Ensino/Aprendizagem de LE.

 

 

Comentários encerrados.