Unilab marca presença na comemoração de dois anos do Programa “Mais Médicos “

IMG_02

Fonte: Site Mais Médicos

A Pró-Reitora de Extensão, Arte e Cultura da Unilab, Rafaella Pessoa, esteve em Brasília, na última terça-feira (04 de agosto),  no salão nobre do Palácio do Planalto representando o magnífico reitor Tomaz Aroldo Mota Santos na comemoração dos dois anos do Programa Mais Médicos. A pró-reitora compõe a Comissão de Medicina dos municípios de Redenção e de São Francisco do Conde.

Na Unilab há uma preceptora do Programa Mais Médicos, a professora Auxiliadora Fechine, médica, presidente da comissão para implantação do curso de medicina na universidade. Por essa razão, todos os avanços e conquistas do Programa tem impacto para as regiões da Micro Regional de Saúde de Maracanaú e Baturité, no Ceará.

Fonte: Site EBC

Fonte: Site EBC

Estiveram presentes no evento, a Presidente da República, Dilma Roussef; o Ministro da Casa Civil, Aloisio Mercadante; o Ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro; e o Ministro da Saúde, Arthur Chioro.

Durante o momento foram tomadas algumas decisões como a criação de um cadastro nacional de especialistas; o anúncio da criação de 3 mil novas vagas de residência médica; o compromisso de uma parceria mais efetiva entre Ministério da Educação e Ministério da Saúde para um contrato entre ensino e saúde; a certificação dos concluintes da especialização da saúde da família; e os lançamentos do livro “Programa Mais Médicos – 2 anos. Mais saúde para os brasileiros” (Em breve haverá um exemplar na biblioteca da Unidade Acadêmica dos Palmares);  e do novo site do programa mais médicos: www.maismedicos.gov.br.

Além disso, ainda foi aprovada a abertura de vagas docentes para os novos cursos criados nas recentes universidades que terão curso de medicina. A Unilab será uma das beneficiadas tendo em vista que há previsão para início do curso de medicina, no primeiro semestre de 2017. A comissão já trabalha, inclusive, para realização, em breve, de concurso para docentes para o curso de medicina.

Entenda o “Mais Médicos”

Criado em 2013, o Programa ampliou à assistência na Atenção Básica fixando médicos nas regiões com carência de profissionais. Além do provimento emergencial de médicos, a iniciativa prevê ações voltadas à infraestrutura e expansão da formação médica no país.

Em dois anos, a demanda das prefeituras que aderiram ao Programa foi atendida, e, com isso, 63 milhões de brasileiros/as já estão sendo beneficiados com a presença dos médicos em 4. 058 municípios do Brasil. Estima-se, que, até o final de 2018, serão 70 milhões de pessoas atendidas pelo “Mais Médicos”.

está sendo promovida também mudança na formação médica, para solucionar, em caráter permanente, o problema da falta de profissionais. Foram ampliadas as matrículas para a formação de médicos e também oportunidades para a residência médica. O médico brasileiro que participar do “Mais Médicos” tem garantida maior pontuação no processo seletivo para a residência, facilitando seu acesso à especialização de sua escolha. A estratégia é realizar uma expensão orientada do ensino médico, assegurando sua interiorização pelo Brasil afora.

Fonte: Portal da Saúde / Site Mais Médicos / Livro “Programa Mais Médicos – 2 anos. Mais saúde para os brasileiros”.

 

Comentários encerrados.