Neaab/Propae promove oficina “Arte como entretenimento, renúncia, denúncia e divulgação”

NEAAB - Logomarca

O Núcleo de Estudos Africanos e Afro-Brasileiros (Neaab), inserido na Pró-Reitoria de Políticas Afirmativas e Estudantis (Propae), realiza a palestra e a oficina musical “Arte como entretenimento, renúncia, denúncia e divulgação” com a expositora e artista, Júlia Ribas.

Será nesta sexta (21), no pátio do Campus da Liberdade, em Redenção/CE, das 13h às 18h. O evento é aberto à comunidade universitária e comunidade externa. Os participantes terão direito a certificados e a  inscrição é por ordem de chegada.

A organização é dos professores Luis Tomás Domingos – Gerente do Núcleo de Estudos Africanos e Afro-Brasileiros – (Neaab/Propae/Unilab); Acácio Almeida – Membro do Núcleo de Estudos Africanos e Afro-Brasileiros /Unilab; e de Carlos Subuhana – Coordenador de Políticas Afirmativas (Propae/Unilab).

Conheça Juliana Ribas

Com muito trabalho e dedicação, Júlia Ribas ampliou sua carreira além dos palcos, levando a música, sua expressão artística e dons recebidos em espetáculos diversos no Brasil, passando ainda pela Alemanha, Austrália, Itália, e mais recentemente, passando rapidamente pela Moçambique e Haiti.

Consciente da vocação recebida e mais madura, a cantora se dedicou aos estudos e a pesquisa com o intuito de se preparar melhor para os desafios da profissão, e com isso, continua desenvolvendo parcerias sociais e culturais que apontam um caminho de muitas conquistas.

Júlia Ribas lançou seu primeiro cd “Brasiliando”, através do projeto “Natura Musical” (2005). Em 2009 preparou um tempo de reclusão dos palcos retornando ao estúdio em setembro/outubro 2012, para gravar o seu segundo álbum: “Voz, violão e essência”. Ao lado de João Luís Nogueira, (radicado na Alemanha), Júlia contou ainda com a contribuição do contrabaixista Felipe Fantoni. A produção e direção são marcas da cantora.

Saiba mais:

https://www.youtube.com/watch?v=-qUPbicl4GE

https://www.youtube.com/watch?v=iqZn184987U

Comentários encerrados.