Reitor da Unilab apresenta projetos ao Ministério da Cultura envolvendo cidades-sede da universidade

Ministério da Cultura (Foto: Kleyton Amorim/Uol)

Ministério da Cultura (Foto: Kleyton Amorim/Uol)

Para tratar de projetos culturais para a Unilab, o reitor da instituição, professor Tomaz Aroldo da Mota Santos, esteve nesta segunda-feira (24) no Ministério da Cultura (Minc), onde foi recebido pelo secretário executivo João Brant, pela secretária de Educação e Formação Artística e Cultural, Juana Nunes Pereira, e pelo coordenador de Gestão Estratégica da Fundação Cultural Palmares, Sandro dos Santos.

O reitor solicitou apoio a três projetos: a realização de um evento anual, o Festival de Arte e Cultura Africana; a construção de um centro cultural, com equipamentos como cinema, teatro, biblioteca, que atenda tanto à comunidade universitária quanto à população local; e a criação de um centro de referência sobre a África. “Para nós, uma universidade de integração África-Brasil que não tenha um centro de referência desses é como uma faculdade de medicina sem hospital”, comentou o reitor.

Secretário executivo do Minc, João Brant (Foto: Ascom/Minc)

Secretário executivo do Minc, João Brant (Foto: Ascom/Minc)

O secretário-executivo manifestou seu apoio às demandas e já indicou os caminhos a serem tomados pela Unilab para atendimento de seus pleitos: sugeriu o contato com a Secretaria de Estado de Cultura do Ceará, que tem parceria com a Agência Nacional do Cinema (Ancine) para implantação de salas de cinema em municípios do estado; a busca de parlamentares para apresentação de emendas com vistas à instalação de Praça Centro de Artes e Esportes Unificados (CEUs) em uma das cidades-sede da Universidade; uma troca com a Fundação Cultural Palmares para compartilhamento de acervo virtual e mesmo físico do Centro Nacional de Informação e Referência da Cultura Negra e, por último, João Brant sugeriu que os municípios-sede se candidatem aos editais do Sistema Nacional de Cultura (SNC), que irão investir até R$ 15 milhões em 97 projetos inscritos por prefeituras.

A secretária Juana Nunes destacou que a Unilab foi a segunda colocada da região Nordeste na seleção do programa Mais Cultura nas Universidades, uma parceria entre Ministério da Educação (MEC) e MinC do qual participaram todas as universidades federais do país. “A utopia da construção da Unilab é uma utopia realizada”, comentou. “Esse espaço, onde estrangeiros e brasileiros estão juntos na integração lusófona, é privilegiado para uma ação cultural”. A construção dessa infraestrutura cultural, em sua análise, é o próximo passo da utopia.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Minc – Elaina Daher.

.

Comentários encerrados.