Unilab envia representantes aos países parceiros para processo seletivo de estudantes estrangeiros 2015

Da esquerda para direita: profº Carlos Subuhana, o professor e vice-reitor da Unilab Aristeu Rosendo Lima, profª Andréa Linard, o coordenador Rodolfo Pereira da Silva, o coordenador Carlos André, o profº Kennedy Cabral Nobre e a profª Otávia M. Farias

Da esquerda para direita: Profº Carlos Subuhana, o professor e vice-reitor da Unilab, Aristeu Rosendo Lima; Profª Andréa Linard; o coordenador Rodolfo Pereira da Silva; o coordenador Carlos André M. Barros; Profº Kennedy Cabral Nobre e a Profª Otávia M. Farias

As provas do processo seletivo de estudantes estrangeiros (PSEE) do Edital GR nº 64/2015 para ingresso na Unilab nos trimestres 2015.3 e 2016.1 ocorrerão entre os dias 14 e 23 de outubro. Mais uma vez a Unilab enviará representantes que acompanharão o processo de aplicação das provas nos países parceiros, com exceção de Timor-Leste, onde não houve inscrições deferidas.

No dia 06 de outubro, foram divulgadas as listas de inscrições deferidas e indeferidas, além dos locais e datas de prova. Essas informações podem ser conferidas aqui.

Carlos André Moura Barros, coordenador de Cooperação Nacional e Internacional, vinculado à Pró-Reitoria de Relações Institucionais (Proinst) seguirá para Moçambique; a Profa. Dra. Otávia  Marques Farias, Integrante da Comissão de Redação do PSEE, seguirá para Cabo Verde; Rodolfo Pereira da Silva, Coordenador de Políticas de Acesso e Seleção de Estudantes vinculado a Pró-reitoria de Graduação (Prograd) irá para Angola; o Profº Dr Kennedy Cabral Nobre, Integrante da Comissão de Redação do PSEE, seguirá para São Tomé e Príncipe; a Profa Dra Andrea Gomes Linard (Pró- reitora de Graduação) e o Profº Dr Carlos Subuhana (Coordenador de Políticas Afirmativas) irão para Guiné-Bissau.

As provas serão aplicadas nos seguintes dias:

14/10 – São Tomé e Príncipe e Cabo Verde

16/10 – Moçambique

17/10 – Guiné-Bissau

23/10 – Angola

Ao todo, estão inscritos 1.694 candidatos, distribuídos entre os países: Guiné-Bissau (1.453), Angola (148), Cabo Verde (39), Moçambique (16) e São Tomé e Príncipe (38).

Confira o quadro de concorrência:

tabela

Comentários encerrados.