Nova diretora do Campus dos Malês é empossada durante cerimônia

Reitor Tomaz Mota; professora Matilde Ribeiro; e convidados

Reitor Tomaz Mota; professora Matilde Ribeiro; e convidados

Na última quarta-feira (4), no auditório do Campus dos Malês, aconteceu a cerimônia de posse da nova diretora do campus, professora Matilde Ribeiro. Além do reitor da Unilab, professor Tomaz Mota Santos, que empossou a professora, estiveram presentes estudantes, professores, técnico-administrativos, autoridades e convidados.

Participaram da mesa de abertura o reitor Tomaz Mota Santos; a nova diretora Matilde Ribeiro; o representante da Secretaria de Promoção de Igualdade Racial do Estado da Bahia (Sepromi), Ailton Ferreira; o deputado estadual, Bira Corôa; a secretária de Planejamento de São Francisco do Conde/BA, Silmar Carmo; a representante da Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB), Laura Bezerra; o vereador do município de São Francisco do Conde, Eliezer Santana; e o diretor da Casa de Angola na Bahia, Camilo Afonso.

Reitor da Unilab em seu discurso

Reitor da Unilab em seu discurso

Em sua fala, o reitor da Unilab destacou que “esse momento representa um passo importante para a Unilab e para o Campus dos Malês, no sentido de descentralização política e administrativa da universidade. A professora Matilde foi escolhida por um processo que envolveu uma consulta à comunidade acadêmica do campus e isso inaugura um procedimento que será a regra para escolha de dirigentes do Malês”, afirmou. Ainda de acordo com professor Tomaz, “a Unilab é uma experiência inovadora e para fazer essa universidade funcionar é preciso unidade da diretoria e parcerias com outras instituições”, disse ele.

Professora Matilde Ribeiro assinando o termo de posse

Professora Matilde Ribeiro assinando o termo de posse

Após a assinatura do termo de posse, a solenidade prosseguiu com o discurso da professora, que destacou sua motivação em fazer parte da diretoria da universidade: “Entusiasmo porque identifico nessa instituição a possibilidade de dar continuidade a um processo que em minha vida foi iniciado há mais de trinta anos, quando a inserção na universidade me estimulou à participação política. Estar na Unilab soma-se às vivências anteriores de militância nos movimentos negro e feminista, à ação profissional na área do serviço social e à experiência como gestora pública em municípios e governo federal”, afirmou. Ainda segundo ela, “em todas as situações, a grande motivação é contribuir na luta pela igualdade racial e de gênero, por justiça e democracia, fortalecendo as ações afirmativas”, acrescentou.

Diretor da Casa de Angola, Camilo Afonso

Diretor da Casa de Angola, Camilo Afonso

O diretor da Casa de Angola na Bahia, Camilo Afonso, manifestou sua visão em relação à importância da Unilab e disse que “os africanos que integram a universidade têm um papel fundamental na desmistificação dos preconceitos com a África através do conhecimento científico”.

Público presente na posse

Público presente

O deputado estadual Bira Corôa destacou que a Unilab possibilita a reflexão na busca por igualdade e expressou gratidão em estar presente, desejando uma boa gestão à nova diretora. Já a secretária Silmar salientou a riqueza da possibilidade de troca de aprendizados entre a Unilab e a região, tendo a universidade um importante papel na produção de conhecimento sobre Brasil-África.

Estudante Beto Infandé

Estudante Beto Infandé

A solenidade teve também participações dos estudantes Edimilson Araújo e Beto Infandé, ambos do curso de Bacharelado em Humanidades (BHU), os quais expuseram seus pensamentos sobre a Unilab. Para Beto, “a Unilab está no lugar de proporcionar que as pessoas entendam o que é a África e desmistificar a imagem errada que muitas pessoas têm. É um projeto importante e precisamos manter a proposta da missão que foi implantada”, disse ele.

Comentários encerrados.