Conferências Regionais Unificadas dos Direitos Humanos, Mulheres e LGBT serão encerradas em Redenção, na Unilab

Redenção, a 60 quilômetros de Fortaleza, é o município escolhido para o encerramento das Conferências Regionais Unificadas dos Direitos Humanos, Mulheres e LGBT, no dia 28 de novembro. A Unilab acolherá os debates que visam reafirmar e ampliar o compromisso do município, Governo do Estado e sociedade com as políticas públicas de promoção e defesa dos direitos humanos e da igualdade. Inscreva-se neste formulário online.

A programação começa conta com debate dos grupos a serem divididos em três eixos: Mulheres, Direitos Humanos e LGBT. Cada segmento fará a discussão de seus eixos e subeixos em um único grupo, assim, será possível concentrar o maior número de propostas e pessoas participando da construção.

Na ocasião, a professora Luma Andrade lança o livro “Travestis na escola: assujeitamento e resistência à ordem normativa”.

 

travestisnaescola__82548_zoomPara o Coordenador Especial de Políticas Públicas dos Direitos Humanos do Ceará, Demitri Cruz, o ambiente é propício para o diálogo e produção de propostas efetivas. “Apostamos na diversidade de ideias propiciada pelo público da conferência e das diversas realidades territoriais como instrumento para tornar a política pública mais efetiva”, conclui.

O reitor da Unilab, Tomaz Mota Santos, concedeu apoio institucional para as conferências e deu destaque às violações de direitos humanos que permeiam a região.

Segundo Tomaz Mota Santos, as diferenças culturais entre os moradores locais e os estudantes estrangeiros, a insuficiência de infraestrutura e de políticas públicas geram conflitos permanentes na área. Essas temáticas serão bastante discutidas e de fundamental importância para futuras propostas que certamente farão parte da conferência.

A Conferência Estadual dos Direitos Humanos acontecerá nos dias 22 e 23 de janeiro, em Fortaleza, e a Conferência Nacional dos Direitos Humanos será em abril de 2016.

A organização da conferência solicita dos participantes a doação de um quilo de alimento. As arrecadações serão doadas no mês de dezembro para comunidades carentes.

Comentários encerrados.