Mesa-redonda “Independências africanas: batalhas da cultura” ocorre nesta quarta (2)

Detalhe de ilustração de António P. Domingues. In: Eugénia Neto. As nossas mãos constroem a liberdade. Luanda: INALD, 1979, P. 41.

Detalhe de ilustração de António P. Domingues. In: Eugénia Neto. As nossas mãos constroem a liberdade. Luanda: INALD, 1979, P. 41.

A mesa-redonda “Independências africanas: batalhas da cultura” ocorre nesta quarta-feira (2), às 16 horas, no auditório do Bloco Administrativo, no Campus da Liberdade, em Redenção/CE. O evento conta com os professores Cláudio Alves Furtado, Fábio Baqueiro Figueiredo e Artemisa Odila Candé Monteiro – os dois últimos, professores da Unilab. Claudio Alves Furtado é cabo-verdiano, doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP) e professor de História da África da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

O objetivo é discutir as batalhas ideológicas em torno da cultura e da memória travadas ao longo dos processos das independências africanas, neste momento em que se comemoram 40 anos do fim do colonialismo português na África.

Comentários encerrados.