Unilab informatiza os processos de assistência estudantil

Pró-reitor de Políticas Afirmativas e Estudantis da Unilab, Alexandre Cunha, participa do lançamento do SAE. Foto: Assecom/Unilab.

Pró-reitor de Políticas Afirmativas e Estudantis da Unilab, Alexandre Cunha, participa do lançamento do SAE. Foto: Assecom/Unilab.

Nesta quarta-feira (16), a Unilab entrou para o seleto grupo de universidades públicas brasileiras que têm um Sistema de Assistência Estudantil (SAE) totalmente informatizado. Com isso, a universidade vai dar mais celeridade aos processos administrativos e aumentar a precisão dos dados dos discentes, impactando positivamente na execução das políticas de assistência ao estudante.

Esse modelo de atendimento informatizado foi apresentado aos estudantes no Auditório II do Campus das Auroras, pela Pró-Reitoria de Políticas Afirmativas e Estudantis (Propae) e pela Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI).

O evento contou com a presença do reitor Tomaz Santos, do pró-reitor Alexandre Cunha e da assistente social Socorro Maciel, de técnicos da DTI e dezenas de estudantes, que lotaram o auditório.

Reitor Tomaz Santos destaca a importância do sistema para o desenvolvimento da universidade. Foto: Assecom/Unilab.

Em sua fala de abertura, o reitor lembrou que parte dos atrasos dos repasses financeiros se deve, muitas vezes, a erros técnicos de preenchimento de dados e que a informatização tende a diminuir esta possibilidade. “Só isso já justifica o esforço e o investimento na implantação desse sistema, que contou com o empenho direto da Propae e da DTI. E isso representa também um avanço administrativo e acadêmico para o desenvolvimento da própria universidade”, celebrou.

Já o pró-reitor Alexandre Cunha lembrou que a assistência é uma questão crucial para a permanência do estudante na Unilab. Atualmente, este estudante que é assistido se encontra, em termos de renda per capita, abaixo da média do Nordeste.

“Estou feliz por chegar esse momento de apresentar o Sistema que começou a ser pensando, junto com a DTI, a cerca de um ano atrás. Não é um Sistema perfeito e vai precisar do feed-back de vocês (estudantes) para ser aprimorado. Mas, sem dúvida, esse Sistema vai dar mais tempo para que a nossa equipe possa pensar a política, analisar os dados e entender melhor como é a vida estudantil”, disse Cunha.

Estudantes lotaram o auditório. Foto: Assecom/Unilab.

Sobre o Sistema

O Sistema de Assistência ao Estudante (SAE) foi desenvolvido pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e modificado e aprimorado pela DTI da Unilab, a partir de Acordo de Cooperação promovido entre as duas instituições.

O sistema foi criado com o objetivo de realizar o cadastro, controle e acompanhamento dos auxílios do Programa de Assistência ao Estudante (Paes). Pelo SAE, o estudante tem também acesso ao módulo de bolsas do Sipac, que faz a gerência geral da concessão e manutenção de bolsas de incentivo à qualificação estudantil no sistema.

Segundo os técnicos da DTI, o processo de solicitação de auxílios pode ser efetuado de maneira bastante simplificada pelo Sistema Integrado de Gstão de Atividade Acadêmica (Sigaa), com o qual os estudantes já estão familiarizados.

No Sigaa, “o estudante vai encontrar um conjunto resumido de ações que tornam o acesso mais rápido e exequível para os candidatos aos auxílios, regidos pelo edital 02/2014/PROPAE e a resolução n° 01B”, detalharam.

Para mais informações, leia o tutorial

Comentários encerrados.