Grupo de pesquisa realiza palestra sobre a visão de mundo do Povo Yorubá, nesta terça-feira (19), no Malês

Acontece nesta terça-feira (19), palestra com o tema “Cosmogonia Africana: a Visão de Mundo do Povo Yorubá”, ministrada pelo professor e pesquisador Marcelo dos Santos Monteiro, do Centro de Tradições Afro-Brasileiras (CETRAB) – entidade nacional associativa de assistência social, educacional, cultural e religiosa. O palestrante é um Omo-Áwo Ifáfunké – título recebido pela opção de vida sacerdotal.  O evento será às 14h, no auditório do Campus dos Malês.

O seminário está sendo promovido pelo grupo de pesquisa “Processos Sociais, Memórias e Narrativas entre Brasil e África”, coordenado pela professora Cristiane Santos Souza.

Prof. Marcelo dos Santos Monteiro (Omo-Áwo Ifáfunké)

Prof. Marcelo dos Santos Monteiro (Omo-Áwo Ifáfunké)

Sobre o Palestrante:

Pesquisador, estudioso e consultor das Tradições Culturais de Matriz Africana Yorubá; Olóyè Asògun Odearaofa do Àse N’lá Omolú, Rio de Janeiro/RJ, desde 1978; Omo-Áwo Ifáfunké – Sacerdote Supremo do Àse Ìdásílè Ode, Rio de Janeiro/ RJ, desde 1998; Obá Kankanfò do Ilé Àse Ayra Kiniba Sorun, – Colombo/PR, desde 2010; Presidente Nacional e Fundador do CETRAB – Centro de Tradições Afro-Brasileiras, entidade nacional associativa de assistência social, educacional, cultural e religiosa, desde 2000.; Presidente Nacional e Fundador do PPLE – Partido Popular de Liberdade de Expressão Afro-Brasileira, desde 2013.

Marcelo Monteiro também é secretário geral e fundador do IPN – Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos, associação cultural que abriga o Sítio Arqueológico Cemitério dos Pretos Novos, no Rio de Janeiro/RJ; Coordenador Geral do Comitê Estadual de Cooperação Internacional entre os Povos de Matriz Africana do Rio de Janeiro e Membro do referido Comitê a nível Nacional; Pesquisador CNPQ pelo LEPPA/HESFA/UFRJ – Laboratório de Estudos em Política, Planejamento e Assistência em DST/Aids, vinculado ao Hospital Escola São Francisco de Assis, da Universidade Federal do Rio de Janeiro; Coordenador Financeiro do FONSANPOTMA – Fórum Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional dos Povos Tradicionais de Matriz Africana; Membro da CEVEN-RJ – Comissão Estadual da Verdade sobre a Escravidão Negra da OAB-RJ; Membro do IPCN – Instituto de Pesquisa das Culturas Negra do Rio de Janeiro; Membro da Câmara Técnica de Elaboração do PEPPIR/RJ – Plano Estadual de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do Rio de Janeiro.

Comentários encerrados.