Fórum de Cultura do Maciço de Baturité se reúne na Unilab, com atividades de ações preparatórias para o Festival das Culturas

forum

O Fórum de Cultura do Maciço de Baturité, congregando gestores das secretárias de cultura e os artistas, reuniu-se na última quinta-feira (2) para pensar a participação no Festival das Culturas da Unilab. O Fórum trouxe como pauta executar as atividades na própria Unilab durante o Festival das Culturas, que acontecerá no período de 19 a 22 de julho.

O Fórum tem como princípio a articulação e o fortalecimento das políticas culturais da região. Além deste, existem mais dois Fóruns de Cultura no estado, que atuam nas regiões do Sertão Central e do Vale do Jaguaribe.

A reunião contou com a participação de secretários de cultura dos municípios, do representante da Associação dos Municípios do Maciço de Baturité (AMAB), Chiquinho Tavares, do secretário do Fórum do Maciço de Baturité, Welder Muniz, do presidente do Fórum, Hélio Duarte, da pró-reitora de Extensão da Unilab, Rafaella Pessoa e do coordenador de Arte e Cultura, Mário Henrique Castro e artistas da região.

A reunião teve como resultado a proposta da articulação dos secretários de cultura dos diversos municípios com suas pautas organizadas a serem apresentadas, na abertura do Festival, junto ao secretário de Cultura do Estado, Fabiano dos Santos.
Num das ações de articulação para o Festival, os municípios de Guaramiranga e de Aratuba se disponibilizaram a realizar uma amostra paralela, com apresentações em cada cidade.

A articuladora de Arte e Cultura da Proex, Vanéssia Gomes, explica a importância dessa articulação político-cultural do Fórum no evento, o qual “visa fortalecer a arte e a cultura no Maciço, no Estado, no Nordeste e no âmbito internacional”.

Para o futuro, a ideia para as atividades do Festival, segundo a pró-reitora de Extensão, Rafaella Pessoa, é que ocorra além das unidades do Ceará e da Bahia, “algo que movimente todas as cidades, um evento grandioso, com recursos financeiros para trazer grandes artistas nacionais e internacionais, isto pensando nos países parceiros da universidade”, explica. Quanto ao apoio necessário para a realização do Festival, Mário Henrique Castro, Coordenador de Arte e Cultura, acrescenta que é “uma visibilidade positiva para as secretarias de cultura e para os municípios”.

A programação completa do Festival das Culturas será divulgada em breve.

Comentários encerrados.