Programação comemora Independência de Cabo Verde de 2 a 9 de julho

Em 5 de Julho de 1975 proclamou-se a independência de Cabo Verde, território que foi colonizado pelo império português a partir de meados do séc. XV. Para comemorar o 41º aniversário de independência de Cabo Verde, a Pró-Reitoria de Extensão, Arte e Cultura (Proex), através do Projeto IndependênciaS, e a Associação dos Estudantes de Cabo Verde promovem a Semana Cultural Cabo-Verdiana, com ampla programação entre os dias 2 e 9 de julho.

A Semana Cultural tem o propósito de disseminar a cultura, a beleza, a riqueza e os seus valores cabo-verdianos, além de promover a integração junto à comunidade acadêmica, entre os estrangeiros e brasileiros, e as demais nacionalidades da CPLP (Comunidades de Países da Língua Portuguesa).

Haverá um conjunto de atividades como dança, teatro, literatura, oficina, música, desporto, gastronomia e palestras referentes às ilhas, mostrando os dez pedacinhos de terra espalhados no meio do Atlântico, demonstrando o que existe de peculiar em cada uma delas.

A programação inclui ainda o Torneio Cabo Verde de Futebol; Eucaristia, animada pelo coral cabo-verdiano; palestras com os temas “Motivação de Amílcar Cabral na luta pela libertação de Cabo Verde e Guiné-Bissau” e “Um olhar sobre os 41 anos de Independência de Cabo Verde”, entre outras atividades.

Proclamação
O surgimento do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) serviu para congregar e lutar pelas aspirações autonomistas e independentistas nos territórios insulares de Cabo Verde e da Guiné-Bissau. Tinha como líder Amílcar Cabral, que buscava a integração da tradição de resistência patriótica dos povos da Guiné e de Cabo Verde, além de querer a expulsão dos colonialistas e a consequente soberania dos seus Estados.

Download (PDF, 498KB)

BOTAO AVALIE

Comentários encerrados.