Núcleo de Estudos Africanos e Afro-Brasileiros apresenta temática em mesa-redonda

Mesa redonda

O Núcleo de Estudos Africanos e Afro-Brasileiros (Neaab/Propae/Unilab) promove, nessa sexta-feira (29), a partir das 13 horas, no Auditório do bloco didático do Campus da Liberdade em Redenção/CE, a atividade de mesa-redonda com o título “Sócio-Biodiversidade, Sustentabilidade, Gestão de Territórios de Comunidades Tradicionais, ancestralidade africana, e a Lei 10.639/2003”.

O evento será mediado pelos professores do Instituto de Humanidades e Letras (IHL), Luís Tomás Domingos e Carlos Subuhana e tem o objetivo de envolver as comunidades universitária e externa.

Debatedores e suas pesquisas

“Quilombo e Sustentabilidade: uma análise da preservação da sociobiodiversidade na Serra do Evaristo em Baturité/CE” por Marcos Antônio da Silva, doutor em Saúde Pública, estudante do Mestrado Acadêmico em Sociobiodiversidade e Tecnologias Sustentáveis (Masts/Unilab).

“Uma análise da implementação da Lei 10.639/2003 na EEM Danísio Corrêa: entraves e possibilidades”, por Rosalva Maria Girão Pereira Nogueira, mestrando em Masts/Unilab.

“Corpo e ancestralidade em danças negras brasileiras contemporâneas: processo de identificação no ponto de cultura Galpão da Cena Itapipoca/CE”, por José Rinaldo Alves Mesquita, mestre pelo Masts/Unilab.

Aos participantes é garantida a certificação com carga horária de 3 h/a. As inscrições serão realizadas por ordem de chegada.

BOTAO-AVALIE

Comentários encerrados.