Nesta segunda-feira (7), o grupo de pesquisa África Contemporânea promove a conferência “Um detetive de memórias africanas”

logo

Na próxima segunda-feira (7), o grupo de pesquisa África Contemporânea apresentará a conferência: “Um detetive de memórias africanas” com o escritor Jean-Yves Loude.

O evento será às 16 horas, no anfiteatro do auditório do bloco didático, do Campus da Liberdade, em Redenção/CE e vai contar com a presença da equipe de trabalho do projeto de extensão do Ensino da Língua Francesa da Unilab, coordenado pela professora Meire Virginia Godim e da diretora da Aliança Francesa em Fortaleza, Magali Claux.

Sobre o palestrante

Jean-Yves Loude é etnólogo e escritor, viajando pelo mundo em busca de heranças africanas, principalmente, nos países de língua oficial portuguesa, utiliza-se das experiências de alteridade para construir uma literatura sobre a presença negra ao longo do tempo. O escritor está no Brasil para lançar em português seu livro “Petitas brasilerias” ele segue uma turnê por algumas cidades brasileiras, passando por Brasília e Fortaleza.

Algumas obras publicadas: Coup de théâtre à São Tomé ( 2007), Clara au pays des mots perdus (2009), Le Roi d’Afrique et la Reine Mére (1994), Cap-Vert, Notes Atlantique (2002), Lisboa na Cidade Negra (2005) e a última, tradução para o português, Pepitas Brasileiras (2016).

BOTAO-AVALIE

Comentários encerrados.