Recôncavo Baiano ganha a primeira turma graduada pela Unilab

Primeira turma de graduados do Campus dos Malês/BA

Na última sexta-feira (9), a Unilab realizou a colação de grau da primeira turma do curso de Bacharelado em Humanidades (BHU) do Campus dos Malês, na Bahia, com estudantes de diferentes países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

O evento foi realizado na Câmara Municipal de São Francisco do Conde/BA e reuniu professores, técnico-administrativos, estudantes, amigos e familiares em uma noite marcada pela emoção e por muitas homenagens.

No total, foram 36 concludentes de várias nacionalidades: angolanos, são-tomenses, cabo-verdianos, guineenses e brasileiros.

Andrea Linard, pró-reitora de Graduação, passa a Aristeu Lima, reitor em exercício, a ata com as assinaturas dos concludentes

Participaram da cerimônia o reitor em exercício, Aristeu Lima; a pró-reitora de graduação, Andrea Linard; a diretora do Campus dos Malês/BA, Matilde Ribeiro; o diretor do Instituto de Humanidades e Letras (IHL), Maurílio Machado e o coordenador do BHU/Malês, Carlindo Fausto; a paraninfa da turma, Cristiane Souza (IHL/Malês); e a patrona da turma, Núbia Ribeiro, que foi a primeira diretora do Campus dos Malês.

Após o juramento, realizado pela concludente Beatriz Borges, o reitor em exercício, Aristeu Lima conferiu o grau de bacharel para a turma e procedeu à entrega simbólica dos canudos.

A estudante Beatriz Borges presta juramento, acompanhada dos demais concludentes

Segundo o guineense, Neemias António Nague, orador da turma, a Unilab é “uma instituição de caráter exclusivo e diferenciado por ter direcionado sua chaminé ao continente africano. Ela nos proporcionou sonhar. Esse marco real que estamos a viver veio de muitos sonhos dos pais, de terem um filho formado, um filho independente, um filho capaz de cuidar dos pais durante a velhice. Este sonho nos guiará por toda a vida”, concluiu.

O professor Gerhard Seibert recebeu homenagem da turma, extensiva aos demais docentes e servidores técnico-administrativos. O presidente da comissão de formandos, Calido Mango, representando os demais colegas, destacou que “esse sonho se concretizou graças à colaboração de professores e professoras que nos acompanharam desde o início desse percurso. Fizemos esta homenagem como forma de reconhecer o valor de todos os docentes”, declarou.

Público lotou plenário da Câmara Municipal de São Francisco do Conde

Para a paraninfa, professora Cristiane Santos, esta formatura “significa a firma (o feixe/arremate) de um ciclo na formação acadêmica e profissional de qualidade que não se encerra, pois é contínua. Representa a realização/conquista individual e coletiva de muitos que vieram antes”, destacou.

“É com a complexidade da vida, encarnada em versos, naquilo que nós temos de melhor, que felicito a todos bacharéis”, foram as palavras do coordenador do curso de BHU do Campus dos Malês/BA, Carlindo Fausto, com arremate do Poema de Natal, de Vinícius de Morais.

Matilde Ribeiro, diretora do Campus dos Malês/BA

Para a diretora do Campus dos Malês/BA, Matilde Ribeiro “chegar aqui na Bahia para todos nós, que viemos de fora, não é uma tarefa fácil. Nós nos fazemos aqui a partir dos nossos papéis. A cada dia é um desafio, assim como chegar neste momento. Entendo que esta primeira turma traz memórias, mas o sentimento é resultado. Hoje é festa! ”, enfatizou.

O reitor em exercício, Aristeu Lima, expôs a importância e o desafio de alinhar a tríade ensino, pesquisa e extensão com o caráter específico da missão institucional da Unilab: a internacionalização e a interiorização. “A Unilab tem, perante a sociedade brasileira, a responsabilidade de mostrar que essa interiorização, aliada à tão importante internacionalização das universidades, pode, sim, ser feita com qualidade. Esta responsabilidade é compartilhada entre todos nós que formamos a Unilab. E a formatura de vocês aqui hoje é uma das provas de que a Unilab vem honrando esta responsabilidade”, enfatizou.

Aristeu Lima, reitor em exercício

Em seu discurso, ele registrou também a relevante contribuição institucional dada à Unilab pelo reitor Tomaz Aroldo da Mota Santos e afirmou que “que a colação de grau é um ato, por um lado, muito importante para cada um dos estudantes que concluem um curso de graduação. Mas, por outro lado, é igualmente importante que sirva como uma prestação de contas da Universidade perante a sociedade, justificando, através da formação de recursos humanos comprometidos com o desenvolvimento das nossas nações, todos os investimentos feitos na universidade”.

A primeira colação de grau do Campus dos Malês foi encerrada com a apresentação do Grupo Olodum.

Grupo Olodum

BOTAO-AVALIE

Comentários encerrados.