Mestrado em Antropologia Unilab/UFC foi aprovado pela Capes

Capes Logo

O curso de pós-graduação stricto sensu do mestrado acadêmico em Antropologia (PPGA UFC/Unilab) foi aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), na última quarta-feira (07).

A proposta do projeto político-pedagógico e do regimento interno do Programa de Pós-graduação strictu sensu do Mestrado Acadêmico em Antropologia (PPGA UFC/Unilab) vinculado ao Instituto de Humanidades e Letras foi analisada durante a 168ª Reunião do Conselho Técnico-Científico da Educação Superior (CTC-ES), realizada no período de 21 a 25 de novembro de 2016, em Brasília.

A proposta dada pela Unilab, através da Resolução nº 05/2016 dispões de 10 vagas ofertadas anualmente que serão divididas entre as duas universidades parceiras.

O mestrado em Antropologia resulta da associação de duas instituições federais de ensino superior, ambas sediadas no estado do Ceará, a Unilab e a Universidade Federal do Ceará (UFC), cujo os objetivos estão em conformidade entre as duas universidades, visto que a proposta possui uma única área de concentração, Antropologia, e duas linhas de pesquisa “Narrativas, simbolismos e emoções” e “Diferença, Poder e Epistemologias”.

A Antropologia se configura como uma área do conhecimento com forte demanda regional, nacional e também internacional na redefinição do legado histórico de hegemonia disciplinar europeia e americana, na inserção de setores da sociedade antes excluídos de participação política e de novos rumos para contribuição de teoria e práticas antropológicas.

Segundo a coordenadora do curso de Antropologia, Vera Rodrigues, “o histórico de colaboração dos integrantes deste mestrado vem desde 2012 com os encontros preparatórios para a 13ª edição da Reunião Equatorial de Antropologia, também 4ª edição da Reunião dos Antropólogos do Norte e Nordeste (Rea/Abanne) que ocorreu em 2013 no Ceará, parceria que será fortalecida com a criação do novo curso de mestrado”, esclareceu.

BOTAO-AVALIE

Comentários encerrados.