Grupos de Pesquisa e Extensão ELOSS e Rede Jubra participam de Oficina de Juventudes Indígenas no Ceará

Grupos de Pesquisa Eloss e Rede Jubra participam de Oficina de Juventude Indígenas.

Durante os dias 03 e 05 de fevereiro, o grupo de pesquisa e extensão Educação e Cooperação Sul-Sul (ELOSS) e a Rede Juventude Brasileira (Jubra) no Ceará do Programa de Bolsas de Extensão, Arte e Cultura (Pibeac), da Pró-Reitoria de Extensão, Arte e Cultura (Proex), participarou da primeira Oficina da Micro-Região Metropolitana de Juventudes Indígenas realizada na comunidade do povo Jenipapo-Kanindé, no município de Aquiraz/CE.

A oficina aconteceu nos dias 03 e 05 de fevereiro, a qual faz parte do projeto “Na Defesa do Direito à Vida e Contra a Violência Sofrida pela Juventude Indígena do Ceará”, realizado com o apoio do Fundo Brasil por meio do edital “Violência contra a Juventude” e reuniu os povos Jenipapo-Kanindé, Pitaguary, Kanindé, Tapeba, Tremembé e Potiguara para dialogar sobre os direitos indígenas, situação de vida, território e respeito na sociedade quanto aos jovens que lutam e resistem na defesa de seus direitos.

O evento foi promovido em articulação entre a “Juventude Indígena: plantando um futuro melhor para nosso povo” em parceria com a Associação para Desenvolvimento Local e Co-produzido (Adelco), Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), Articulação dos Povos e Organizações Indígenas (APOINME), Centro de Defesa e Promoção dos Direitos Humanos da Arquidiocese de Fortaleza (CDPDH), Coordenação das Organizações dos Povos Indígenas do Ceará (Copice), Fundação Nacional do Índio (Funai), Movimento Saúde Mental Comunitário (MSMC), com apoio e financiamento do Fundo Brasil de Direitos Humanos.

O Pibeac tem como objetivo amparar projetos de extensão que envolvam atividades de caráter educativo, científico, tecnológico, cultural, esportivo e artístico, desenvolvidos pela Unilab em prol e em parceria com a comunidade, contribuindo para a formação cidadã e apoiando a articulação Universidade-Sociedade.

De acordo estudante do curso de licenciatura em Química do Instituto de Instituto de Ciências Exatas e da Natureza (Icen), Valdilane Alexandre, bolsista do projeto de extensão “Rede Jubra: diálogos interculturais, movimentos sociais, juventudes e universidades em movimento” e jovem do povo Kanindé de Aratuba: “foi gratificante participar da oficina com meus parentes indígenas, jovens de luta e resistência na garantia de nossos direitos” declarou.

A bolsista Valdilane Alexandre foi escolhida para representar e participar da próxima edição da Oficina Estadual de Juventudes Indígenas do Ceará, juntamente com outros jovens Kanindé do município de Aratuba e de Gameleira, distrito do município de Canindé.

A Unilab está participando na construção coletiva do VII Simpósio Internacional sobre a Juventude Brasileira (Jubra) compondo a coordenação geral, comissão científica e a comissão cultural. As inscrições para participar do simpósio já estão abertas, inclusive para submissão de Grupos de Trabalho (GT) e Mesa Redonda (MR) através do site do evento Jubra 2017.

Os Grupos de Pesquisa e Projetos ELOSS, GEPI, GIM, Rede Jubra, Ubudehe, CIVEJA, Mediação de Conflitos, Performance da Cultura Afrodescendente, são liderados, respectivamente, pelos docentes dos diversos institutos da universidade: Jacqueline Freire, Caroline Leal, Roberto Kennedy, Ana Paula Caiado, Elcimar Martins, Elisangela André, Sinara Mota e Ricardo Nascimento vem atuando na Rede Jubra-Ceará liderada pelo Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Comentários encerrados.