“A produção de ciências sociais no continente africano e a agência do CODESRIA” é o tema do Café com Letras da próxima terça-feira (7)

O projeto de extensão “Café com Letras: saberes docentes e práticas acadêmicas” realiza, na próxima terça-feira (7), a partir das 16 horas, no auditório do bloco Administrativo do Campus da Liberdade, em Redenção/CE, a palestra “A produção de ciências sociais no continente africano e a agência do CODESRIA” com a palestrante a professora, doutora em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo (USP), Michelle Cirne.

Professora Michelle Cirne

A proposta desta discussão é apresentar o resultado da pesquisa de doutorado, a qual buscou mapear a produção contemporânea realizada pelos e pelas cientistas sociais africanas a partir da associação mais representativa destes pesquisadores no continente, o Conselho para a Pesquisa em Ciências Sociais em África (CODESRIA). A escolha por este universo de pesquisa deve-se ao fato do enorme desconhecimento desta produção entre os acadêmicos brasileiros, e a ausência dessas bibliografias nos nossos currículos escolares.

Sobre a palestrante:
Doutora em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo (USP), mestre em Estudos Étnicos e Africanos pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e bacharel em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atua nos temas: identidade social, etnicidade, racismo, políticas públicas, antropologia do continente africano e antropologia dos intelectuais.

Sobre o projeto:
O projeto de extensão “Café com Letras: saberes docentes e práticas acadêmicas”, em sua quinta edição (2016-2017), está sendo organizado pela professora Claudia Regina Rodrigues Calado (Coordenadora) e pela professora Maria Leidiane Tavares Freitas (Vice-Coordenadora). A proposta é congregar professores e estudantes em palestras sobre diversos temas de Linguística e Literatura e também de áreas relacionadas.

Comentários encerrados.