Biodiversidade da Serra da Aratanha é tema de aula de campo

Serra da Aratanha: trilhas ecológicas, lago do Boaçu (nascente do Rio Cocó) e temperaturas próximas dos 20 graus.

Trilhas ecológicas, lago do Boaçu (nascente do Rio Cocó) e temperaturas próximas dos 20 graus. Assim é a Serra da Aratanha, localizada no município de Pacatuba/CE, onde 40 estudantes dos cursos de licenciatura em Ciências Biológicas e Ciências da Natureza e Matemática tiveram aula de campo no último dia 19/2.

Pela primeira vez, uma turma da Unilab esteve em aula de campo no local, considerado importante para a conservação da biodiversidade no estado. A expedição foi realizada como parte das atividades da disciplina Biologia de Campo I e também da disciplina Origens da vida e Evolução, ministradas pelo professor Jober Sobczak, em parceria com a professora Jullyana Sobczak.


“O local é muito propício para a realização de atividades científicas, devido aos seus atrativos naturais. Além disso, a serra apresenta uma biodiversidade que favorece a execução das atividades científicas, onde os alunos se deparam com as mais diferentes formas de vida presentes no local, como fungos, orquídeas, aranhas, vespas, besouros, anfíbios, sempre em meio a uma mata fechada, similar à floresta Amazônica”, explica Jober.

A disciplina introduz os alunos no estudo da biologia em campo, fornecendo suporte adequado para que saibam observar a natureza como os grandes naturalistas faziam – a exemplo dos britânicos Charles Darwin e Alfred Wallace, e do alemão Fritz Müller –, e também ensiná-los a delinear experimentos, coletar dados, identificar material biológico, para motivá-los a serem cientistas e realizarem pesquisa e difusão do conhecimento.


Em depoimento, Matheus Bessa, aluno do 1º semestre de Ciências Biológicas, relatou sua experiência no local. “Sem dúvida, todas as aulas de campo foram sensacionais, mas esta última, na serra de Pacatuba, foi um momento ímpar de aprendizagem. Apesar do cansaço e do banho de chuva, ao chegarmos no topo fomos presenteados com uma belíssima vista revigorante. As aulas nos possibilitam conhecer nossas riquezas naturais e, consequentemente, preservá-las. A aula de campo veio a somar e muito em nossa formação e, acima de tudo, uma formação consciente voltada para a conservação da natureza”, conclui o estudante.

Comentários encerrados.