Palestra sobre secas no semiárido brasileiro acontece nesta quinta-feira (4)

Hidrografia do clima semiárido brasileiro | Foto: pensamentoverde.com.br

Na próxima quinta-feira (4), o Instituto de Engenharias e Desenvolvimento Sustentável (Ieds) promoverá a palestra “Cooperação bilateral entre Brasil e Alemanha: Previsão e gerenciamento de secas no Semiárido Brasileiro”, a partir das 10 horas, no 2º andar, sala 214, bloco C, no Campus das Auroras, em Redenção/CE.

O evento é aberto ao público de graduação, pós-graduação e professores e interessados no tema com os palestrantes Tobias Pilz e Aline Murawski da Potsdam (UP) em Berlin/Alemanha, sob a coordenação dos professores do Ieds, George Mamede e Alexandre Costa.

A palestre tem como objetivo apresentar o que está sendo desenvolvido em termos de pesquisa e produção do conhecimento em problemas relacionados com o semiárido brasileiro, no contexto de cooperação internacional entre Brasil, através da Unilab, Universidade Federal do Ceará (UFC), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), e Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) e a Alemanha, através da Universidade de Potsdam, Centro de Pesquisas da Terra (GFZ) e o Instituto de Pesquisas do Clima (PIK).

Segundo o diretor do Ieds, George Mamede, os pesquisadores alemães estão realizando parte de suas pesquisas de doutorado na Funceme, por um período de aproximadamente 90 dias. A Unilab tem um grupo de docentes e estudantes envolvidos em projetos de cooperação internacional com o grupo alemão, incluindo os pesquisadores que nos visitam.

Os tópicos em destaque a serem apresentados na palestra serão a Modelagem hidrológica na escala de gestão – melhoria em resultados de simulação com base na assimilação de dados (Hydrological modelling at the management scale–improving simulation results by data assimilation) e a classificação de padrões climáticos (Weather pattern classification).

Sobre Aline Murawski
Mestre em Ciência Geocológica pela Universidade de Potsdam (UP), com o foco na mudança global, análise de dados, modelagem hidrológica. Sob a Tese: “Avaliação do risco de culturas agrícolas selecionadas em relação à escassez de água e déficits de rendimento.

Sobre Tobias Pilz
Doutorando em Hidrologia na Universidade de Potsdam e Mestre em Ciência Geocológica com Tese de mestrado: “Influência dos cenários de gestão sobre a disponibilidade de água e erosão para uma bacia hidrográfica de meso-escala na África do Sul”.

Comentários encerrados.