Docentes da Unilab participam de Colóquio Internacional em Saint Louis, no Senegal

O Colóquio Internacional “Représentations des Africains et personnes d’ascendance africaine dans les manuels scolaires” (Representações de africanos e pessoas de ascendência Africano em livros didáticos) foi coordenado pelo Departamento de Estudos Ibéricos e Ibero-Americanos da Universidade Gaston Berger, Saint Louis, no Senegal entre 2 a 6 de maio de 2017.

Entre os principais objetivos deste evento internacional foi oferecer um espaço de real diálogo entre prática e teoria, além de criar uma base adequada para a elaboração de manuais escolares, nos quais as populações de descendência africana e africanas passem a ser representadas por seu justo valor.

A Unilab foi representada pelos os docentes do Instituto de Humanidades de Letras (IHL) do Campus dos Malês, em São Francisco do Conde/BA: professora e coordenadora do Curso de Licenciatura em História, Fábia Barbosa Ribeiro, a professora do curso de História, Juliana Barreto Farias e a coordenadora do curso de Licenciatura em Letras, Lídia Lima da Silva.

Na ocasião a professora Fábia Ribeiro expôs seu projeto de pesquisa sobre a presença da África nos manuais escolares moçambicanos através do apoio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB). A professora Juliana Farias apresentou trabalho sobre a história da escravidão africana nos livros didáticos e nas salas de aula brasileiras, com apoio financeiro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Cnpq) e a professora Lídia Silva fez a explanação de sua pesquisa sobre aspectos linguísticos e manuais didáticos de língua portuguesa.

Apresentação dos trabalhos das professoras do IHL/BA

As atividades do Colóquio foram divididas em apresentações de trabalhos e oficinas para a discussão e construção de propostas de produção de manuais didáticos e paradidáticos a partir de uma perspectiva decolonial e afrocentrada.

Participaram do evento pesquisadores de diferentes países como da África, América e Europa: Brasil, Colômbia, México, Angola, Benin, Camarões, Costa do Marfim, Gabão, Senegal, Espanha, Itália, França.

Outros temas também foram discutidos, como os aspectos gerais da Unilab e as propostas curriculares dos cursos de Licenciatura em História e Licenciatura em Letras do IHL/Unilab. O objetivo dessa apresentação era refletir acerca da construção de cursos e currículos na perspectiva de descolonização dos saberes.

A próxima edição do evento, que acontecerá em 2019, será no Campus dos Malês/BA, definidos em votação por unanimidade. A comissão de organização do evento será coordenada pelas professoras três docentes que participaram do evento e conta com o apoio de professores pesquisadores da Universite Gaston Berger, UNEB, UFSB, UFF – Campos e Fundação Joaquim Nabuco.

Comentários encerrados.