Unilab realiza de 23 a 27 de maio a III Semana da África

Com o tema “África Minha, África Nossa”, acontece no Campus da Liberdade, em Redenção/CE, de 23 a 27 de maio, a III Semana da África na Unilab. O evento, que celebra em 25 de maio  o “Dia da Libertação Africana”, terá uma ampla programação com atividades acadêmicas e culturais. Para realizar a inscrição clique aqui.

Segundo os organizadores, o objetivo de promover um evento dessa natureza decorre da intensa vontade de estabelecer trocas científicas, culturais entre estudantes, professores, técnicos administrativos, intelectuais africanos e brasileiros, bem como entre professores e alunos do Ensino Básico e Médio do Maciço de Baturité e do Estado de Ceará.

Se, por um lado, o maior número dos estudantes estrangeiros no Ceará são africanos, por outro lado, existe um forte passado histórico que liga Brasil e África, que precisa ser nutrida pelas relações contemporâneas dos seus mais variados tipos e níveis, para a sobrevivência deste vinculo histórico”, justificam os organizadores.

Ainda segundo a organização o interesse em constituir um fórum acadêmico e cultural voltado para a promoção de debates acerca de uma multiplicidade de temas referentes às questões africanas e da sua diáspora é o ponto fundador da Semana da África.

Assim, defendem que a Semana vem “sendo consolidada como um espaço propiciador de rica reflexão sobre as especificidades culturais, demandas econômicas e políticas dos diversos países africanos na contemporaneidade, que permite questionar o olhar homogêneo sob qual o continente é comumente visto, propondo um diálogo equitativo entre essas duas margens do Atlântico”.

Confira a Programação Completa.

Sobre 25 de Maio – Dia da África

A semana da África aflora da comemoração do dia 25 de maio, celebrada como “Dia da Libertação Africana”, a data que também é marco histórico da criação da Organização da Unidade Africana (OUA), em 1963 em Addis Abeba, na Etiópia, hoje conhecida como União Africana (UA).

Comentários encerrados.