Unilab e Fiocruz promovem ciclo de debates e curso sobre bioética e saúde pública, com participação de grandes nomes

A Unilab e o Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde (Nethis), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), promovem o VIII Ciclo de Debates sobre Bioética, Diplomacia e Saúde Pública e o Curso Livre “Desenvolvimento, Desigualdade e Cooperação Internacional em Saúde”. Serão realizados eventos mensais, ocorrendo no auditório do bloco didático do Campus da Liberdade, em Redenção/CE. O primeiro debate ocorre no próximo dia 22, às 9h30.

Inscreva-se no VIII Ciclo de Debates ou no curso livre, neste formulário. O participante que optar pelo curso livre recebe certificado de 18 horas. Os inscritos poderão assistir às palestras a distância ou presencialmente, na Unilab. Haverá transmissão ao vivo pelo Facebook da Fiocruz Brasília e pelo da Unilab e, posteriormente, as palestras estarão disponíveis também off-line. Veja a programação completa.

No próximo dia 22 ocorre o primeiro debate do VIII Ciclo de Debates e do curso livre, tendo por tema “O papel da universidade na superação das desigualdades em Saúde”, com o reitor da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Naomar de Almeida Filho. A coordenação da mesa fica por conta do assessor da Fiocruz em Brasília, Agenor Álvares. Antes do debate, haverá abertura, com o reitor da Unilab e médico, Anastácio de Queiroz; com o diretor da Fiocruz Ceará, Carlile Lavor; e com José Paranaguá, coordenador do Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde (Nethis/Fiocruz).

O mês de novembro recebe, no dia 7, às 9h30, uma Mesa Redonda sob a coordenação do Assessor para África do Cris/Fiocruz, Augusto Paulo Silva. Participarão da mesa “Cooperação para o Desenvolvimento em Saúde” o diretor da Fiocruz Ceará, Carlile Lavor, a pesquisadora Fiocruz Ceará e coordenadora da Renasf, Anya Vieira, e o diretor da Escola de Saúde Pública do Ceará, Salustiano Pessoa.

No dia 16, às 9h30, a conferência “A Cooperação Brasileira em Prol do Desenvolvimento” será ministrada pelo embaixador João Almino, diretor da Agência Brasileira de Cooperação/MRE. Na ocasião, a coordenação da mesa ficará a cargo do reitor da Unilab, Anastácio de Queiroz. Já no dia 23 do mesmo mês, o coordenador do Centro de Relações Internacionais em Saúde (Cris/Fiocruz), Paulo Marchiori, e o vice-presidente de Ensino, Informação e Comunicação da Fiocruz, Manoel Barral Netto, debaterão os “Caminhos transformadores ante as desigualdades mundiais em saúde”. O responsável pela mesa será o coordenador da Estratégia Fiocruz para a Agenda 2030, Paulo Gadelha.

Encerrando as atividades de 2017, a programação de dezembro recebe a Oficina de Trabalho “Articulação Fiocruz & Unilab na Cooperação Afro-Brasileira”, que será realizada nos dias 7 e 8. A coordenação ficará com a vice-reitora da Unilab, Lorita Marlena Freitag Pagliuca, e o assessor para África do Cris/Fiocruz, Augusto Paulo Silva.

Fonte: Nethis/Fiocruz

Apresentação
O Ciclo de Debates sobre Bioética, Diplomacia e Saúde Pública completa oito anos em 2017, oferecido regularmente pelo Nethis/Fiocruz Brasília. A programação semestral é composta por quatro sessões, na penúltima semana nos meses de março a junho e agosto a novembro. As sessões são gravadas e disponibilizadas via internet (Videoteca Nethis).

O objetivo do Ciclo de Debates e do curso livre é discutir questões de saúde no panorama internacional em sua confluência ética, com vistas a fortalecer os processos decisórios dos sistemas nacionais de saúde. Os debates são voltados para gestores, profissionais e acadêmicos com foco nas áreas de saúde pública, relações internacionais e bioética.

Comentários encerrados.