MEC autoriza cursos de Relações Internacionais e Ciências Sociais do Campus dos Malês

O Ministério da Educação (MEC), por meio da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (SERES), autorizou a criação do Bacharelado em Relações Internacionais e Licenciatura em Ciências Sociais do Campus dos Malês, em São Francisco do Conde/BA. A Portaria nº 994, de 19 de setembro de 2017, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (20) e emite os registros dos cursos perante o MEC.

Os cursos se inserem no segundo ciclo de formação da Unilab, também chamado de “terminalidades”, são opcionais aos egressos do Bacharelado em Humanidades (BHU) e estão alocados no Instituto de Humanidades e Letras (IHL), no Campus dos Malês. Os Projetos Políticos Pedagógicos de Relações Internacionais (RI) e de Ciências Sociais (CS) propõem cursos presenciais, com concentração diurna e noturna. Serão oferecidas 80 vagas anuais, para cada curso, com o objetivo de proporcionar uma formação teórico-conceitual e técnico-prática.

“Após muito trabalho das equipes, aguardamos com ansiedade os trâmites burocráticos para a autorização dos cursos, por vários meses. Agora, a expectativa que temos é de poder oferecer cursos com qualidade acadêmica na região do Recôncavo baiano”, comemoram os coordenadores da licenciatura em CS e do bacharelado em RI, Cristiane Souza e Marcio André Santos, respectivamente. “Certamente, muitos estudantes da Bahia e de outros estados brasileiros, além dos alunos estrangeiros, buscam por cursos diferenciados no campo das ciências sociais e relações internacionais, e é isso que pretendemos oferecer”, acrescentam.

Com a autorização, o próximo passo é a oferta de disciplinas das grades obrigatórias de cada terminalidade, por meio de edital de transferência interna, que será elaborado pela Pró-Reitoria de Graduação (Prograd). De acordo com os coordenadores, o quadro docente está preenchido para o primeiro momento dos cursos, resultado de concursos realizados nos últimos meses.

Várias ideias, dois cursos

A ideia de criação dos cursos de Relações Internacionais e Ciências Sociais surgiu em diferentes momentos. “Mais importante do que meramente criar cursos é a compreensão que vários colegas tivemos de fazer cursos com propostas epistemológicas, teóricas e metodológicas diferenciadas. A Unilab, por ser uma universidade diferenciada e com alunos e alunas brasileiros e africanos, exigia de todos nós um esforço em fazer propostas de cursos que se destacassem na região”, afirmaram os coordenadores.

Pensando nisso, os projetos pedagógicos foram construídos considerando a importância da relação histórica entre o Brasil e os países africanos, bem como a luta dos povos negros nas Américas, os direitos humanos e das minorias, dentre várias outras temáticas. Ao pensar a criação das terminalidades, o objetivo foi de contribuir para a formação qualificada de profissionais no Campus dos Malês com perspectiva interdisciplinar e com visão estratégica das relações sociopolíticas locais, regionais e globais. Em uma perspectiva macro, os coordenadores ponderam que a ideia de criação dos cursos também se deu com a pretensão de contribuir para o processo de integração sul-sul.

Sobre a Licenciatura em Ciências Sociais

O curso se estrutura de forma a garantir uma formação qualificada para a prática da docência, mas sem deixar de lado a pesquisa em Ciências Sociais, abarcando as três áreas: Antropologia, Sociologia e Política, com abordagens que se estruturam em eixos temáticos dispostos na missão da Unilab. O curso busca a formação de profissionais que exerçam a análise, reflexão, interpretação e compreensão da realidade social, seja do Brasil ou das demais comunidades de países de língua portuguesa.

Através do equilíbrio entre saberes globais e locais, pretende-se formar um professor-pesquisador que reconheça o direito à diferença dos povos, que relativize e/ou conteste o arbitrário cultural dominante. Ao final do curso, o egresso receberá o título de Licenciado em Ciências Sociais.

Sobre o Bacharelado em Relações Internacionais

O curso reflete o caráter interdisciplinar do seu campo de estudo, integrando componentes de Economia, Ciência Política, História, Geografia, Sociologia, Direito, Antropologia e Filosofia. Nesse sentido, a proposta se encaixa na abordagem interdisciplinar do projeto da Unilab. O projeto pedagógico do curso é de nível de graduação, mas pensado no sentido de avançar, em médio prazo, para a criação de um programa de pós-graduação que possibilite a formação de uma massa crítica em pesquisa e intercâmbio que, por sua vez, fortalecerá a própria graduação em Relações Internacionais, os cursos do Instituto de Humanidades e Letras e outros cursos da Unilab. No final do curso, o discente receberá o título acadêmico de Bacharel em Relações Internacionais.

Download (PDF, 57KB)

Comentários encerrados.