Exposição fotográfica enfoca narrativas de vida no universo acadêmico e vai da Unilab a Santa Maria/RS

Abertura da exposição em Santa Maria/RS ocorreu no último dia 11.

Encontrar-se com protagonistas e suas narrativas no universo acadêmico. Este é o objetivo da exposição fotográfica “Consenso, dissenso e silenciamento: protagonismo biográfico e narrativas de vida no universo acadêmico”. A exposição, que nasceu na Unilab, teve abertura no último dia 11 na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, na Cooperativa dos Estudantes de Santa Maria (Cesma), ficando disponível para visitação até o final do mês de fevereiro.

O projeto teve início no curso de bacharelado em Humanidades, mais especificamente na disciplina de “Experiência Prática e Significado”, ministrada pela professora Joana Röwer, integrante do grupo Diálogos Urbanos, do curso de Sociologia. A exposição foi apresentada pela primeira vez no Festival das Culturas da Unilab, em julho de 2017, e meses depois na Semana Universitária, em Redenção/CE.

A proposta identifica nas relações e espaços de socialização acadêmicos diversos aspectos sociais constituídos de presenças, trajetórias, resistências e rupturas cotidianas. “Esta exposição itinerante e interativa amplia-se a cada espaço transitado, pluralizando e vitalizando expressões do protagonismo biográfico e fomentando estranhamentos e desnaturalizações”, afirma Joana Röwer.

A ida da exposição a Santa Maria, inaugurando seu percurso por outros espaços formativos, ocorreu em parceria com o professor Jorge Luiz da Cunha, do Núcleo de Estudos sobre Memória e Educação/Clio, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM/RS).

Veja algumas fotos da exposição:

 

Comentários encerrados.