Egressos de Agronomia são aprovados em importantes programas de Mestrado

Consolidando o nome da Unilab entre as instituições de ensino federal que entregam profissionais capacitados ao mercado e investem nos eixos do ensino, pesquisa e extensão, recentemente estudantes do curso de Agronomia da Unilab foram aprovados em diversos programas de Pós-Graduação stricto sensu. Na turma 2017.1, seis concludentes foram aprovados em mestrados renomados no país.

Sempre alimentando o sonho de seguir a carreira acadêmica, Letícia Bessa integra a turma dos recém-formados que logo ingressarão no mestrado acadêmico. “Ter conseguido ingressar na pós-graduação, logo de imediato, foi mais um passo para que meu sonho pudesse ser realizado. A Unilab teve papel essencial nessa conquista”, garante a bacharel em Agronomia, aprovada em três programas de mestrado – Programa de Pós-Graduação em Manejo de Solo e Água, pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo, pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia, também pela UFC.

Letícia Bessa, aprovada em três programas de Mestrado | Foto: Studio Dário

Sob a orientação da professora Aiala Vieira Amorim, Letícia Bessa apresentou o Trabalho de Conclusão de Curso no último mês de dezembro, com o tema “Aspectos biométricos e fisiológicos da tomate cereja cultivada sob adubação orgânica em ambientes com e sem barreira viva”. Agora, na Pós-Graduação, ela pretende seguir no desenvolvimento e melhoramento das técnicas de produção vegetal menos danosas ao ambiente voltadas para as condições do semiárido brasileiro.

Nessa jornada, a estudante pontua a importância da universidade em sua carreira. “A Unilab tem mostrado seu potencial por meio dessas aprovações e pelo ingresso de estudantes no mercado de trabalho, mostrando que também pode formar alunos capazes de concorrer à altura com estudantes de outras instituições mais tradicionais e renomadas”, conclui.

Rafael Santiago é outro exemplo de determinação. Recém-formado em Agronomia, a decisão de seguir para o mestrado surgiu no primeiro ano da graduação, a partir da experiência como bolsista de iniciação científica. Agora, o bacharel segue aprovado em três programas conceituados – um na Ufersa e dois na UFC, e já decidiu seguir na área da fitotecnia. Enquanto na graduação Rafael desenvolveu o TCC “Ecofisiologia de feijão-de-corda cultivado sob aplicação de biofertilizante misto e águas salinas”, no mestrado ele pretende enveredar para outras áreas relevantes à região Nordeste.

Rafael Santiago, aprovado em três programas de Mestrado

Para Rafael, estudar na Unilab fez um grande diferencial em sua carreira profissional. “Como o curso na universidade é multidisciplinar e bastante prático, aprendemos de tudo um pouco. As inúmeras aulas práticas, os intercâmbios e as visitas de campo oferecidas nas disciplinas de Práticas Agrícolas auxiliaram na ampliação do conhecimento teórico, fixando o mesmo através da prática”, explicou o ex-aluno. “Durante quatro anos fui beneficiário do Paes e durante cinco anos fui bolsista de iniciação científica pela Funcap e pelo CNPq, e isso garantiu minha permanência na universidade”, acrescentou Rafael.

Além de Letícia e Rafael, outros quatro concludentes de Agronomia foram aprovados em programas de mestrado pelo Brasil. Francisca Evelice Cardoso foi aprovada no Programa de Pós-Graduação em Manejo de Solo e Água, pela Ufersa, e no Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia, pela UFC; Stallone da Costa e Edvaldo Renner da Costa terão a chance de optar entre o Programa de Pós-Graduação em Agronomia – Solos e Nutrição de Plantas, pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), e o Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo, pela Universidade Federal do Paraná (UFPR); já Lailla Sabrina Queiroz conquistou uma vaga no Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia, pela UFPI.

Comentários encerrados.