Programação Unificada da Semana da Mulher ocorre de 5 a 9 de março com atividades diversas

Rodas de conversa, mesas, saraus, cinefeminista e oficinas compõem a Programação Unificada da Semana da Mulher no Maciço de Baturité, que ocorre de 5 a 9 de março, nos campi da Unilab em Redenção e Acarape, no Ceará.

Confira a programação completa.

A abertura será nesta segunda-feira (5), às 14h, no Campus da Liberdade, e terá roda de conversa sobre heroínas negras, com o projeto de extensão “Sobre o corpo feminino – literaturas africanas e afro-brasileira”, com a facilitação da professora Luana Antunes, do Instituto de Humanidades e Letras (IHL).

Já na terça-feira (6), a programação conta com a mesa “Mulheres em movimento: a resistência nas universidades e nas ruas”, com participação do Diretório Acadêmico Estudantil da Unilab da Unilab, seguida pelo Sarau, com grupo Unisons. Cinefeminista, Chamada para a Marcha – blitz no Restaurante Universitário e show de Karla Azevedo marcam o terceiro dia de atividades.

No dia 8 de março haverá a Marcha pela Democracia e o Fim da Violência contra as Mulheres (ato unificado), saindo do Campus da Liberdade em direção ao Centro de Redenção. Pela tarde, ocorrem a oficina de “Turbantes: laços que empoderam as mulheres” e as mesas “Narrativas femininas: um olhar sobre o que é ser mulher na contemporaneidade” e “A violência contra a mulher não é o mundo que a gente quer!”.

O último dia de programação conta com a mesa “A força dignificante da mulher africana“, com participação do cantor angolano e ativista social, Dog Murras, e também com a mesa “Mulheres e suas mestrias na cultura popular”.

Campanha promovida pela Coordenação de Gestão de Pessoas (Cogep/Proad).

Campanha promovida pela Coordenação de Gestão de Pessoas (Cogep/Proad).


Articulação

A programação tem realização do Núcleo de Políticas de Gênero e Sexualidades (NPGS/Propae), da Unilab; Pró-Reitoria de Extensão (Proex); Diretório Acadêmico Estudantil da Unilab; Rede de Mulheres Africanas; Grupo Corpo Feminino – Literaturas Africanas e Afro-Brasileira; Grupo Performance Afro-Descendentes e Capoeira; e Grupo de Estudos em Discursos e Sociedade (Atmos). O Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais do Estado do Ceará (Sintufce) e o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Barreira e Acarape são apoiadores do evento.

Mais esforços contra as opressões

A 3ª edição do curso de extensão “Defensoras e defensores dos Direitos à Cidadania” abre inscrições, neste formulário. Os encontros começam em 5 de abril e terão abertura com palestra de Maria da Penha. Saiba mais sobre o curso.

 

Comentários encerrados.