Estudante conquista vaga em programa internacional de mobilidade acadêmica

André Luiz Barros, estudante do curso de Engenharia de Energias do Ieds

Novos rumos e novas oportunidades surgiram em 2018 para os estudantes da Unilab. Uma universidade com quase oito anos de implantação, repleta de trabalhos e pesquisas em potencial. A exemplo da oportunidade conquistada pelo estudante do Instituto de Engenharias e Desenvolvimento Sustentável (Ieds), do curso de Engenharia de Energias da Unilab, André Luiz Barros, um dos 20 brasileiros selecionados para participar de estágio em pesquisa na Universidade de Regina, província de Saskatchewan, no Canadá.

O projeto de pesquisa de André Barros concentra-se no campo das Implementações e Aplicações de Sistemas Inteligentes/Sábios (Inteligência Computacional, Soft Computing), de alguns problemas de Engenharia frequentemente encontrados na indústria/prática. A orientação e desenvolvimento dos trabalhos está sob a responsabilidade do professor canadense, Ph.D e engenheiro em Engenharia de Sistemas Industriais, Rene Mayorga.

O discente destaca em sua pesquisa a importância do envolvimento dos estudantes da Unilab em projetos (pesquisa e de extensão), no engajamento em serviços voluntários, além da relevância da aprendizagem de uma língua estrangeira durante a graduação como o inglês, que segundo ele “são elementos que enriquecerão o curriculum e o qualificarão para programas de mobilidade acadêmica internacional como o MITACS”, afirmou André.

Em agradecimento à conquista, André Barros destacou o apoio recebido pelos professores do Ieds, do Instituto de Ciências Exatas e da Natureza (Icen) e da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), em especial, aos professores doutores, Karolinny de Lima (Ieds), Aluísio Marques da Fonseca (Icen), Sergio de Moura (Idiomas sem Fronteiras) e Andreia Gomes Linard (Prograd).

Sobre a empresa MITACS
A organização canadense Mathematics of Information Technology and Complex Systems (MITACS) realizou a seleção com oferta de estágios nas melhores universidades, empresas e instituições do Canadá para estimular e aperfeiçoar os estudos e pesquisas científicas e tecnológicas, além de promover a qualificação dos estudantes, através do Programa Mitacs Globalink Research Internship.

O programa de estágios canadense é uma iniciativa competitiva para universitários. Concorrem às poucas vagas ofertadas centenas de estudantes de oito países: Alemanha, Arábia Saudita, Austrália, China, França, Índia, México, Tunísia, Ucrânia e Brasil. No decorrer do processo seletivo, os melhores candidatos são selecionados e participam de um estágio de pesquisa de 12 semanas, de maio a setembro, financiados pela organização canadense, sob a supervisão de professores universitários canadenses.

Comentários encerrados.