Emendas parlamentares garantem R$700 mil a mais para Unilab

A Unilab recebeu, por meio de emendas parlamentares, R$700 mil a mais para o orçamento. Foram três emendas: o senador José Pimentel (PT/CE) destinou R$300 mil para a reforma do Restaurante Universitário do Campus das Auroras; a deputada Luizianne Lins (PT/CE) destinou R$100 mil para assistência estudantil; e o deputado Jorge Solla (PT/BA) destinou R$300 mil para a expansão do Campus dos Malês, na Bahia.

O pró-reitor de Planejamento, Alexandre Cunha, explica que o dinheiro já vem com destinação específica, definida desde o Congresso. “O que a Unilab tem garantido para 2018, de investimento, é 1,5 milhão para o Ceará e a mesma quantia para a Bahia. O valor extra das emendas, R$600 mil, é bastante importante para incrementar o orçamento de investimento; os R$100 mil destinados para a assistência estudantil também são muito bem-vindos, pois poderemos desenvolver uma série de atividades”, afirma.

Houve um processo de articulação política para que as emendas parlamentares fosse destinadas à Unilab e, sobre isso, Cunha destaca a mobilização estudantil. “A intervenção dos estudantes foi fundamental. Conseguiram chamar a atenção dos parlamentares para a situação da universidade. Precisamos sensibilizar nossos representantes, mostrar que a universidade tem voz e a administração tem que dar vazão a isso”, sublinhou. Após a mobilização, a Unilab recebeu sinalização da possiblidade das emendas e enviou plano de trabalho via Sistema Integrado de Monitoramento Execução e Controle (Simec).

Para onde vão os recursos?

No Restaurante Universitário do Campus das Auroras, em Redenção/CE, os recursos serão utilizados para a conclusão de projetos complementares. A estrutura principal do restaurante deve ser entregue em abril deste ano, porém, é preciso ainda providenciar ampliação das redes hidro-sanitárias, ligação elétrica em média tensão (13.800 V) e melhorias na coberta. Além disso, o recurso também servirá para o projeto de forro e luminárias nos restaurantes universitários do Campus da Liberdade e da Unidade Acadêmica dos Palmares, ajudando a diminuir a temperatura nas instalações.

Já os recursos destinados a assistência estudantil serão utilizados em cursos de curta-duração, como audiodescrição, Libras, tecnologias assistivas para servidores e estudantes, além de ampliação do acesso da comunidade estudantil ao esporte e lazer.

Pró-reitora de Políticas Afirmativas e Estudantis, Socorro Maciel afirma que serão priorizados investimento nos esportes e acessibilidade, considerando a relevância das referidas áreas para a qualificação da permanência estudantil.

“Esporte e acessibilidade são dois eixos prioritários dentre os dez previstos no Decreto PNAES, que no entanto, têm recebido pouco investimento na nossa universidade em virtude da necessidade de investimentos volumosos para apoio à moradia, alimentação, transporte e outras necessidades básicas contempladas através do auxílio social”, explica. Socorro acrescenta ainda que o diálogo sobre o investimento se deu por meio de reunião com representantes do Diretório Central Estudantil (DCE), centros acadêmicos e associação dos estudantes internacionais.

Na Bahia, os recursos provenientes da emenda do deputado Jorge Solla serão utilizados na compra de 58 projetores multimídia, 3 nobreaks, 5 computadores portáteis, itens diversos de mobiliário e para modernização das instalações do campus.

Comentários encerrados.