Estudante defende primeiro TCC da especialização em Gestão de Recursos Hídricos, Ambientais e Energéticos, na modalidade a distância

Francisco Antônio Fernandes durante apresentação de TCC da especialização em Gestão de Recursos Hídricos, Ambientais e Energéticos. Foto: Assecom/Unilab.

O estudante Francisco Antônio Fernandes Moreira defendeu, nesta quinta-feira (5), o primeiro trabalho de conclusão de curso (TCC) da especialização em Gestão de Recursos Hídricos, Ambientais e Energéticos, na modalidade a distância, vinculada ao Instituto de Engenharia e Desenvolvimento Sustentável (Ieds) da Unilab.

O trabalho, intitulado “Projeção populacional e de geração de resíduos urbanos para o município de Meruoca, tendo como horizonte o ano de 2034”, tratou da gestão de resíduos sólidos em Meruoca, no norte do Ceará, Região Metropolitana de Sobral. Francisco abordou a estimativa populacional do município até o ano de 2034 e a geração de resíduos no período, que deve ficar em 4,6 toneladas ao ano.

O pesquisador apresentou o arcabouço legal da gestão de resíduos sólidos, suas características e serviços ofertados. Utilizou, como fontes para a análise, os censos de 1960, 1970, 1980, 1991, 2000 e 2010. Discutiu ainda com base no Manual de Orientação do Ministério do Meio Ambiente sobre Elaboração do Plano Municipal Simplificado de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PSGIRS). “Coleta seletiva seria necessária, mas municípios não se prepararam para isso. Falta um planejamento de longo prazo. Gestor deve estabelecer burocracia qualificada a dar respostas de longo prazo, não apenas para questões imediatas”, ressaltou.

Francisco Fernandes, que é formado em Engenharia Cilvil pela Universidade do Vale do Acaraú (UVA) e em Economia pela Universidade Federal do Ceará (UFC), já vinha pesquisando a temática dos recursos sólidos desde a graduação.

O trabalho teve a orientação da professora Rejane Feliz, do Ieds/Unilab, e contou, na banca, com Sílvia Helena Lima, também do Ieds, e Patrícia Sales, pesquisadora vinculada ao Departamento de Engenharia Hidráulica e Ambiental (Deha) da UFC.

Também estiveram presentes na apresentação o coordenador da especialização, Cleiton Sousa, e a diretora de Educação Aberta e a Distância, Cristiane Martins. A diretora destacou a qualidade do corpo discente da especialização e o empenho da universidade para que novos cursos sejam ofertados.

Sobre a especialização

A especialização em Gestão de Recursos Hídricos, Ambientais e Energéticos, na modalidade a distância, conta com aproximadamente 360 estudantes, distribuídos em três turmas, sendo a primeira de 2016.2.

As aulas ocorrem a distância e o discente vai ao polo presencial apenas para fazer as provas. Os polos ficam em Redenção/CE, Limoeiro do Norte/CE e São Francisco do Conde/BA.

Acesse mais informações gerais do curso, como ementa e projeto pedagógico de curso (PPC) na página da especialização.

Comentários encerrados.