Cursos de História e Sociologia têm excelente avaliação pelo Mec

Os cursos de graduação em licenciatura em História e Sociologia da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) receberam excelente avaliação pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira do Ministério da Educação (Inep/MEC), publicada no portal de Cadastro e-MEC de Instituições e Cursos de Educação Superior, neste mês de abril. O curso de licenciatura em História recebeu a nota mais alta, 5, equivalente ao conceito “Excelente”. Já o curso de Sociologia obteve o perfil “muito bom”, com nota 4.

Confira os relatórios de avaliação: História e Sociologia.

A avaliação é realizada em fases. A fase de reconhecimento dos cursos superiores, realizada periodicamente, com referência nas avaliações trienais de desempenho de estudantes, solicita a abertura do processo de reconhecimento no sistema e-MEC (criado para fazer a tramitação eletrônica dos processos de regulamentação). Esta fase é realizada a partir do preenchimento de formulário específico com as informações sobre o curso, de acordo com o Calendário Regulatório. Estas informações são conferidas pela comissão de avaliadores do INEP/MEC em visita in loco, com a conferência das informações por meio de documentos. Após esta fase, as notas são apresentadas pela comissão de avaliadores no Relatório de Avaliação do MEC.

A portaria de Autorização e/ou Reconhecimento de um Curso Superior pelo MEC é um referencial para que o estudante tenha como avaliar a qualidade de um curso, dentro dos padrões de qualidade de excelência para o Ensino Superior. A nota do MEC proporciona que os alunos façam suas escolhas com critérios e tenham parâmetros para optar por uma área de formação.

“Tanto a preparação quanto a realização da visita foram momentos essenciais de reflexão e discussão sobre a execução do nosso projeto de curso diante dos desafios de uma universidade internacional e do interior, que ainda se encontra em construção. Uma universidade de excelência na sua área é um fator importante para o desenvolvimento do Maciço de Baturité, tanto através da oferta de cursos de qualidade, quanto através da inserção da universidade no seu meio, promovendo diálogo com gestores, professores, moradores e ações de extensão com atividades em escolas e na comunidade, além de oferta de cursos de formação continuada para professores da educação básica.”, declarou Sergio Barreira, coordenador do curso de História.

Segundo o coordenador do curso de Sociologia, professor do IHL, Eduardo Gomes Machado “todos que compõem o curso (docentes, discentes, técnicos) estamos muito felizes pela ótima avaliação e pelo reconhecimento pelo MEC, resultado do trabalho coletivo desenvolvido nos últimos anos. O reconhecimento dá segurança para o desenvolvimento do curso nos próximos anos, impactando – através da pesquisa, extensão, ensino e formação de profissionais qualificados – a educação básica, os sistemas de políticas públicas, os movimentos sociais, os órgãos públicos, as associações não governamentais, dentre outros espaços de atuação profissional dos egressos, no Maciço de Baturité e nos países africanos que compõem a Unilab e a Sociologia”. afirmou o docente.

História

O curso de Graduação em História, Licenciatura da Unilab, coordenado pelo professor Sergio Krieger, foi autorizado através da Resolução no 026-C/2013 e resolução 23/2016 do Conselho Universitário (Consuni) com o Projeto Pedagógico do Curso (PPC) dispondo o curso como um segundo ciclo do Curso de Bacharelado em Humanidades da instituição, dentro da compreensão sobre a necessidade de superação dos modelos tradicionais de formação acadêmica, na perspectiva do que orienta a Portaria n. 383 da SESU/MEC. A proposta baseia-se numa formação pautada por dois ciclos, sendo o primeiro um ciclo formativo na área das humanidades e um segundo ciclo formado por uma terminalidade, com cursos de licenciatura ou bacharelado, como o curso de Licenciatura em História, objeto desta avaliação. O curso é estruturado no regime semestral, presencial, com disciplinas ofertadas em turno noturno, com oferta anual de 80 vagas, carga horária de 3.345 horas e duração mínima de oito semestres. O corpo docente é composto por 18 doutores.

Sociologia

O Curso de Licenciatura em Sociologia, coordenado pelo Eduardo Gomes Machado, foi autorizado pela Resolução Unilab Nº 026-G/2013 com suas atividades iniciadas em 2014. Segundo o PPC, foram abertas 80 vagas, com turno de funcionamento noturno e carga horária de 3.570 horas/aula. O curso possui como tempo mínimo para integralização quatro anos e o tempo máximo de cinco anos e meio. O corpo docente é composto por 17 doutores.

Comentários encerrados.