Proex estabelece parcerias com Instituições de Ensino Superior na Bahia e no Ceará

Encontro entre as pró-reitorias de Extensão do IFCE e Unilab reuniu, da esquerda para direita: Marilene Alves, Nixon Araújo, Marcos Coelho, Rafaella Pessoa, Zandra Dumaresq, Daniel Castro, Pedro Freitas, Simone de Castro e Sâmia Oliveira. Foto: Proex/Unilab.

No âmbito da organização do III Festival das Culturas, a Pró-Reitoria de Extensão, Arte e Cultura (Proex) buscou aprofundar parcerias com as universidades públicas e institutos técnicos federais da Bahia e do Ceará.  Na Bahia, as IES parceiras estão localizadas no Recôncavo Baiano: Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA, Campus Santo Amaro) e Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB). O processo requer uma consulta à Pró-Reitoria de Relações Institucionais (Proinst) sobre a situação dos acordos de cooperação com as instituições. Contudo, as atividades acadêmicas e culturais continuarão sendo desenvolvidas sem prejuízos formais.

Encontro Unilab-IFBA contou com a presença do técnico-administrativo em educação Reinaldo Aguiar, o coordenador de Arte e Cultura da Proex/Unilab, Marcos Coelho (foto) e Maria das Graças Correia, representando o IFBA. Foto: Proex/Unilab.

Encontro Unilab-UFRB contou com a presença de Reinaldo Aguiar e Marcos Coelho, pela Unilab, e Luciano Simões e Sarah Carneiro, pela UFRB. Foto: Proex/Unilab.

A parceria na Bahia se pautou pelo compromisso do intercâmbio entre os projetos de Extensão, Arte e Cultura do Campus dos Malês, do Bacharelado Interdisciplinar em Cultura (Bicult), Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas (Cecult) da UFRB e a Coordenação de Extensão do IFBA do Campus de Santo Amaro. Além disso, estudantes das instituições terão a oportunidade de realizar visitas mútuas e partilhar as diferentes experiências de Extensão, Arte e Cultura.

Atividades do Pré-Festival das Culturas serão realizadas nos campi da UFRB em concomitância com o Recôncavo, um evento acadêmico cultural de boas-vindas aos novos discentes no início das atividades semestrais desta instituição.

No IFBA, o Pré-Festival visa potencializar a troca de saberes entre os grupos artísticos das duas instituições. Além disso, as Ifes parceiras na Bahia irão oferecer apresentações artísticas para programação do III Festival das Culturas e tomar parte na curadoria da programação.

Encontro entre as pró-reitorias de Extensão UFC e Unilab. Da esquerda para a direita: Marcos Coelho, Rogério Masih, Marcia Machado, Rafaella Pessoa, Sâmia Oliveira e Marilene Alves. Foto: Proex/Unilab.

No Ceará, as IES parceiras são o Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), a Universidade Estadual do Ceará (Uece) e a Universidade Federal do Ceará (UFC). O diálogo ocorreu por meio das pró-reitorias de Extensão destas IES, visando o intercâmbio de expertise e ações de extensão e a colaboração mútua na promoção e apresentação dos grupos artísticos nos eventos organizados pelas instituições envolvidas.

Os interlocutores no Ceará acordaram aprofundar as parcerias por meio de acordo de cooperação e elaboração de planos de trabalho específicos para extensão. No tocante ao III Festival das Culturas da Unilab, as instituições cearenses prontificaram-se a apresentar os espetáculos artísticos e culturais desenvolvidos em seus projetos de extensão, franqueando à Unilab a curadoria que comporá a programação do Festival. Além disso, a Unilab apresentará os grupos artísticos que poderão participar dos eventos organizados pelas instituições cearenses parceiras da Unilab. Em contrapartida, grupos artísticos da Unilab tomarão parte nos eventos organizados pelas instituições envolvidas nos acordos.

Encontro Unilab/Uece contou com a presença, da direita para esquerda, de: Rafaella Pessoa, Marcos Coelho, Fernando Silva, Ana Cristina de Moraes, Marilene Alves e Luciano Morais. Foto: Proex/Unilab.

A pró-reitora de Extensão, Arte e Cultura da Unilab, Rafaella Pessoa, aproveitou os encontros para fazer um levantamento sobre como está ocorrendo o processo de regulamentação das incubadoras e empresas juniores nas universidades cearenses, uma vez que a regulamentação de 2016 demanda novas regras de fiscalização para estas atividades de empreendedorismo alternativo e formador. Como já há iniciativas de incubadoras e empresas juniores na Unilab, promover meios de apoio para esta iniciativa torna-se uma tarefa necessária a ser desenvolvida.

 

Comentários encerrados.