Professora da Unilab é única autora brasileira a participar de livro inglês sobre polifenóis e carotenoides não-extraíveis

A professora Socorro Rufino, do Instituto de Desenvolvimento Rural da Unilab (IDR) e do Mestrado Acadêmico em Sociobiodiversidade e Tecnologias Sustentáveis (Masts), é a única brasileira a publicar capítulo no livro “Polifenóis e carotenoides não extraíveis: importância na saúde e nutrição humana”. Recém-publicado, o livro foi editado pela Royal Society Chemistry, localizada em Cambridge, Inglaterra.

O convite para publicar capítulo no livro surgiu devido ao fato de a professora ser a única pesquisadora brasileira a trabalhar o tema dos polifenóis não extraíveis em frutas tropicais há cerca de dez anos, tendo inclusive recebido duas premiações nesta área.

Intitulado “Polifenóis não extraíveis em frutas tropicais: ocorrência e propriedades relacionadas à saúde”, o capítulo de autoria de Socorro Rufino mostra que polifenóis e carotenoides são abundantes em frutas, legumes, ervas e especiarias, e bebidas, como chá, cacau e vinho, proporcionando benefícios relacionados à saúde e propriedades antioxidantes. “Especificamente sobre os polifenóis e carotenoides não-extraíveis que estão presentes na dieta, a publicação irá ampliar nosso conhecimento do consumo alimentar e propriedades fisiológicas, garantindo uma melhor compreensão dos seus potenciais efeitos na saúde”, enfatiza a autora.

De acordo com a pesquisadora, este é o primeiro livro, em nível global, dedicado a esta área do conhecimento. “A partir desta obra, o livro impulsionará mais pesquisas para o campo da  ciência dos alimentos e nutrição, em busca de novas perspectivas”, afirmou.

A obra tem 17 capítulos, escritos por um total de 46 especialistas de 17 países e 26 instituições renomadas, debruçando-se sobre os “antioxidantes moleculares” e como as pesquisas sobre o tema podem contribuir não só com a ciência, mas com o desenvolvimento de novos produtos e compostos bioativos.

 

Comentários encerrados.