Capacitação dos professores é o foco da Unilab no 3º Fórum Permanente das Licenciaturas

Representantes da Unilab na terceira edição do Fórum das Licenciaturas

Abrindo a programação da terceira edição do Fórum Permanente de Educação do Maciço do Baturité da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), a pró-reitora de Graduação (Prograd), professora Andréa Linard, juntamente com a vice-reitora, Lorita Pagliuca, realizou a apresentação dos objetivos do evento e agradecimentos aos presentes diante das parcerias firmadas entre professores, representantes das secretarias municipais de educação do Maciço de Baturité/CE e comissão organizadora.

O evento aconteceu na última quarta-feira (30), no Auditório do Campus das Auroras, em Redenção/CE, abordando a temática: “A interiorização e a integração dos Sistemas de Educação da região do Maciço de Baturité: o trabalho em parcerias”. Na mesa de honra apresentada pela pró-reitora de Graduação, a coordenadora do curso de Química, vinculado ao Instituto de Ciências Exatas e da Natureza (Icen), Cleide Leite, o chefe da Seção do Núcleo de Mobilidade e Cooperação Solidária da Pró-Reitoria de Relações Institucionais (Proint), David Ferreira, a professora do IHL, Geranilde Costa, a professora do Icen e coordenadora do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid), Ana Paula Caiado.

A programação se estendeu ao longo do dia com apresentação dos diagnósticos dos sistemas educacionais dos municípios, com seus projetos, intenções e deficiências quanto estruturas, corpo docente e realidades regionais, como também dos diálogos das Licenciaturas da Unilab (Pedagogia: Letras, Sociologia, História, Química, Física, Matemática e Biologia.

Segundo a professora Andréa Linard, o Fórum busca fortalecer o trabalho de parcerias, avaliando as que já existem e o que há de proposição para novas, “considerando a participação dos presentes, tão necessária para a consolidação das ideias apresentadas, além da promoção de futuras”, declarou a docente.

Para a professora do IHL e organizadora do evento, Izabel Cristina Teixeira, essa edição tem como novidade a prévia aplicação de um questionário/pesquisa junto aos professores para saber o perfil de formação destes profissionais da região do Maciço de Baturité/CE. O levantamento serve para auxiliar as coordenações dos cursos de Licenciaturas da Unilab para que possam trabalhar as demandas e intenções de forma interdisciplinar.

Coordenadores do Fórum e professores dos municípios do Maciço de Baturité/CE.

O maior ganho deste evento é que “as várias propostas apresentadas possam fortalecer as Licenciaturas e auxiliar os municípios na formação de profissionais qualificados visando o desenvolvimento da região”, declarou a coordenadora do curso de Química do Icen, Cleide Leite.

A intenção do curso de Pedagogia da Unilab, segundo a professora e coordenadora do curso de Pedagogia (IHL), Geranilde Costa, é “conhecer o perfil dos professores dos municípios da região já que, a Pedagogia forma professores para Educação Infantil, Ensino Fundamental I, Gestão Escolar e para Educação de Jovens e Adultos (EJA), como também, conhecer as demandas que têm para a Unilab”, afirmou a pedadoga.

A professora e formadora de professores do Ensino Médio, junto à Secretaria de Educação do município de Capistrano/CE, Madalena de Abreu, gostaria que a universidade fosse mais conhecida e que possa contribuir com mais cursos de formação de professores em licenciaturas básicas. Trouxe como sugestão a necessidade de, junto aos professores e estudantes do curso de Sociologia, uma capacitação interdisciplinar de professores na “formação humana”, direcionado à questão de Responsabilidade Social. Segundo Madalena, “sentimos uma carência neste aspecto”, esclarece a docente.

Quanto a proposta de novos cursos, Geranilde Costa, informou que a Unilab apresentou junto ao Ministério da Educação (MEC) a proposta de um curso de formação de professores para Educação Intercultural, no formato Educação a Distância (EaD), com 300 vagas. Além disso, após conversa com a professora do curso de Letras/IHL, Vanessa Teixeira, surda e formadora de professores na Língua Brasileira de Sinais (Libras), outro projeto está em andamento para o curso de Formação Inclusiva, disponibilizado pela Unilab na modalidade EaD.

Comentários encerrados.